Sugestões para oferecer ou para ler...


sábado, 31 de Maio de 2008

PÃO MULTIGRÃOS COM RASPAS DE LARANJA

Quando descobri esta receita no blog da Karen fiquei logo com vontade de experimentar, pois achei que o sabor cítrico da laranja no pão iria dar uma combinação deliciosa.
Não me enganei... este pão é daqueles que se come sem precisar de manteiga ou outro acompanhamento... claro que se for barrado com doce ou compota, fica uma verdadeira maravilha.
Mas eu gosto dele simples, ao lanche, acompanhado de uma caneca de chá... Querem tomar nota da fórmula mágica?
3/4 chávena + 2 colheres de sopa de água
1 colher de sopa de manteiga amolecida
2 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa rasa de raspa de laranja (coloquei 2 colheres de sopa)
1 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de leite em pó
2 colheres de sopa de farinha de centeio
2 colheres de sopa de flocos de aveia
1/4 chávena de farinha integral
1,5 chávena de farinha de trigo
2 colheres de chá de Fermipan
1/2 chávena de sementes de girassol
* a chávena utilizada tem a capacidade de 200ml

Coloquei todos os ingredientes na cuba da máquina pela ordem acima indicada, seleccionei o programa "Ciclo Normal", peso de 750gr e tostagem clara.
Nem imaginam o aroma a laranja delicioso que invadiu a minha cozinha enquanto o pão cozia...
Nota: a receita original levava fubá, que eu substitui por farinha de centeio, pois segundo as indicações da Karen o fubá poderia ser substituído por farinha de centeio, soja ou quinoa.
As sementes deveriam ser adicionadas após o "Bip" da máquina, mas eu coloquei tudo no início e não creio que isso vá alterar a qualidade do pão.

sexta-feira, 30 de Maio de 2008

CALDO VERDE DIFERENTE

Pois é... o tempo por cá continua instável. Hoje às 8h da manhã o sol brilhava e adivinhava-se um dia de Verão. Às 8h30 já chovia e já se sentia a temperatura a descer...
Neste momento são quase 11h e o sol brilha novamente... Acho que o Verão está a ter um ataque de timidez e este ano não quer aparecer. Tudo isto para dizer que continua a apetecer uma bela sopa no início da refeição.
O caldo verde, prato típico da nossa gastronomia é feito normalmente com uma base bastante simples (á base de batata, cebola e batata) levando depois a couve e rodelas de chouriço.
Como eu não gosto das coisas feitas do modo convencional fiz o meu caldo verde de maneira diferente.
Numa panela coloquei 1 cebola grande, 2 dentes de alho, 1 curgette, 1 nabo e uma boa fatia de abóbora e 2 cenouras, tudo em pedaços. Cobri com água, temperei com sal e um pouco de azeite e levei a cozer.
Após os legumes cozidos triturei com a varinha mágica, acrescentei um pouco de água e juntei um punhado de massa cotovelos e a couve picada para caldo verde.
Deixei cozer a couve e a massa, rectifiquei os temperos e servi de seguida.
Que tal? Parece-vos bem este caldo verde diferente do que estamos habituados???
Eu gostei muito!

quinta-feira, 29 de Maio de 2008

FRANGO COM BAMBU E MANGA

Quando vou ao supermercado e vejo produtos novos à venda fico sempre curiosa para experimentar e normalmente nunca resisto a comprar. Foi o que aconteceu um dia destes, quando descobri iogurtes da "Yoplait" já devidamente temperados com oregãos e rosmaninho, ideal para usar em saladas e noutros pratos, e ainda por cima apenas com 14 calorias por dose.
Tinha mesmo que comprar, não acham?
E como andava curiosa em experimentar a textura da manga em pratos salgados resolvi fazer um dos meus habituais petiscos só para mim.
Mas em primeiro lugar deixo-vos a foto dos ditos iogurtes para verem do que falo:
Bati um peito de frango com o martelo dos bifes, cortei em tiras e temperei de véspera com sal, pimenta, alho picado e sumo de limão.
Coloquei um fiozinho de azeite numa frigideira anti-aderente e levei as tiras de frango a corar um pouco. Juntei 1/2 lata de rebentos de bambu e um pouco de couve lombarda cortada em juliana.
Deixei saltear tudo por 5 minutos, mexendo sempre e no final adicionei 1/2 manga cortada em cubos, deixando um pouco mais ao lume até a manga ficar semi desfeita e cremosa.
Servi regado com o iogurte.
Nota: aconselho vivamente a compra destes iogurtes pois são de facto deliciosos a acompanhar saladas e todo o tipo de pratos leves.

quarta-feira, 28 de Maio de 2008

BOLO DE CHOCOLATE DA PIPOKA

Tinha pensado como título para esta postagem "The Special One" mas depois achei que era melhor arranjar outro, não fossem vocês pensar que eu ia falar do treinador José Mourinho... eh eh eh!
Por isso decidi chamar-lhe Bolo de Chocolate da Pipoka, pois foi daqui que tirei a receita e segundo a Pipoka este é o seu bolo de chocolate favorito.
A simplicidade da receita encantou-me.... é assim:

6 ovos
250gr de manteiga
250gr de açucar
200gr de chocolate em barra
4 colheres de sopa de farinha com fermento
Derreter o chocolate com a manteiga. Bater as claras em castelo.
Bater bem as gemas com o açucar e juntar o chocolate com a manteiga.
Adicionar a farinha e por fim as claras em castelo.
Levar ao forno aquecido a 200º, numa forma sem buraco untada e polvilhada, por 25 minutos (sem usar a ventilação do forno).
Deixe arrefecer um pouco e desenforme. Este bolo fica ligeiramente baixo mas deliciosamente húmido no centro.
Acompanhe com uma caneca de café bem aromático.
Nota: este é sem dúvida um dos melhores bolos de chocolate que já comi na minha vida, por isso para mim passou a ser "The Special One".
Gosto de acompanhar os bolos de chocolate com café de boa qualidade, pois acho que o aroma do café realça o sabor do chocolate.
Experimentem e comprovem... aposto que não vão conseguir comer apenas uma fatia.

terça-feira, 27 de Maio de 2008

BIFES DE PORCO COM MOLHO ROSA

Os comilões lá de casa adoram bifes com molho de natas, para poderem molhar o pão e exclamarem "Hummmmmmmmmmm!!!!!!!!!!!!!!!".
Mas de vez em quando, sem eles saberem, uso uns truques para que esse pequeno prazer que é o molho, fique mais livre de calorias e seja mais saudável.
Desta vez fiz assim:
Temperei bifes de porco com sal, pimenta, alho e sumo de limão. Deixei tomar gosto por 2 horas.
Derreti um pouco de margarina numa frigideira anti-aderente e fritei lentamente os bifes (não deixo passar muito para que não fiquem secos). Quando fritos retirei e reservei.
Numa taça misturei 2 iogurtes naturais com 4 colheres de sopa de ketchup e 1 colher de sopa de vinho do Porto.
Misturei bem, deitei na frigideira onde fritei os bifes e deixei apurar o molho, em lume médio.
Introduzi de novo os bifes na frigideira para tomarem o gosto do molho, deixando 2 minutos em lume brando e virando-os para ficarem bem envolvidos.
Servi com arroz Primavera.
Nota: ninguém desconfiou que usei iogurte em vez de natas (se eu dissesse que era iogurte aposto que franziam o nariz). Agora não me denunciem que eu quero usar este truque muitas mais vezes... LOL!

domingo, 25 de Maio de 2008

ARROZ PRIMAVERA


Um arroz que não tem nada de especial nem exige nada de especial na sua confecção, no entanto é sempre um acompanhamento muito apreciado na minha casa, especialmente pela Risonha Júnior. Chamamos-lhe Primavera pelo colorido que tem.
Querem saber como faço?
Num tacho coloco 2 dentes de alho picados, azeite, sal e pimenta e deixo o alho alourar.
Junto o arroz e deixo fritar um pouco, adicionando cenoura em pedacinhos (ou cenouras baby congeladas), cogumelos laminados e milho a gosto.
Acrescento água a ferver até cobrir o arroz e baixo o lume para que o arroz coza lentamente (se vejo que é necessário adiciono mais um pouco de água quente).
Antes de apagar o fogão rectifico os temperos, junto umas gotas de sumo de limão e mexo.
Apago o lume, tapo o tacho e deixo repousar 5 minutos antes de servir.

sábado, 24 de Maio de 2008

PÃO DE QUEIJO "ASSIM TAMBÉM EU"

Uma das coisas que o progresso e as "modernices" nos trouxeram foi os pacotes de produtos pré-preparados, que nos poupam muito tempo na confeccção de certos cozinhados e, por vezes, nos surpreendem positivamente com os resultados, pois ficam com um sabor muito semelhante à preparação da forma convencional.
Foi o que me deu a conhecer a minha querida Winnie, que há algum tempo atrás, numa das encomendas que constantemente envia para me mimar, ofereceu-me um pacote de preparado para pão de queijo, da marca "YOKI" que com alguns improvisos da minha parte rendeu um lanche delicioso.
Conforme as indicações do pacote, é suposto adicionar-se apenas água e ovos, mas eu fiz assim:
Numa tigela deitei o preparado para pão de queijo, juntei 100ml de água, 2 ovos médios e amassei bem.
Acrescentei uns restos de frango grelhado que tinham sobrado do almoço e 2 mini-linguiças sem a pele, tudo passado na picadora para ficar em pedaços bem miudinhos.
Moldei os pãezinhos e levei ao forno pré-aquecido a 180º durante 40 minutos.
Retirei de seguida e mal tive tempo para tirar as fotos, pois quentinhos são deliciosos.
A minha filha, aperceber-se que eu tinha usado um pacote de preparado para pão de queijo, enquanto devorava um, disse-me com ar de gozo "Mãe, assim também eu!"........... LOL!
Perceberam agora o porquê do nome da receita???
Nota: já fiz aqui pão de queijo da forma tradicional, mas estes pacotes de preparado facilitam bastante o trabalho e o resultado final é praticamente o mesmo. Quem não saiba não nota a diferença.
Obrigado querida Winnie por me teres enviado esta maravilha.

sexta-feira, 23 de Maio de 2008

BIFANAS RECHEADAS COM BAMBU E COGUMELOS

Há dias na minha casa em que não me apetece comer o mesmo que o resto da família. Mas por vezes também não me apetece estar a perder muito tempo em frente ao fogão... Que dilema!!!
Num destes dias complicados fiz este prato só para mim:
Bati duas bifanas com o martelo de cozinha, de modo a ficarem bem espalmadas.
No meio coloquei tiras de rebentos de bambu e cogumelos laminados. Enrolei e prendi com palitos. Temperei com sal, pimenta e sumo de limão.
Coloquei num pirex, por cima deitei um fiozinho de azeite, tapei com película aderente (fazendo alguns furos com um garfo) e levei ao microondas por 12 minutos.
Retirei a película aderente, polvilhei com queijo ralado e levei novamente 2 minutos ao microondas, apenas para o queijo derreter e criar uma leve crosta sobre as bifanas.
Acompanhei com legumes salteados na wok com um pouco de azeite e molho de soja.
Gostei... como já disse várias vezes, adoro fazer estes petiscos só para mim!

quinta-feira, 22 de Maio de 2008

BOLO COLCHÃO DE NOIVA

Estes últimos dias têem sido dias de aniversário. Ontem foi o anivesário do blog e na semana passada, se bem se lembram, tinha sido o aniversário do Sr. Risonho.
Tinha-vos mostrado aqui o bolo que tinha feito para ele levar para o trabalho e comer com os colegas. Mostro-vos agora o bolo que fiz para comermos em casa após o jantar.
A receita foi-me dada a conhecer pela minha querida Nari, mas já andou no fórum Petiscos, no blog da Sara, no blog da Romy, entre muitos outros.
Para o bolo:
6 ovos
250gr de açucar
100gr de fécula de batata
1 colher de sopa de farinha
1 colher de chá de fermento
sumo de meio limão pequeno
Batem-se as claras em castelo. Depois, sem bater, mistura-se o açucar e a farinha. Depois de bem mexido juntam-se as gemas, o fermento, a fécula e o sumo de limão. Vai ao forno em forma bem untada e enfarinhada.
Cozer em forno moderado (180º) durante 30 a 40 minutos. Deixar arrefecer um pouco e desenformar. Para o creme:
3 gemas
150gr de açucar
3 colheres de sopa de maizena
1 pacote de açucar baunilhado
1/2l de leite
Põe-se o leite ao lume com a farinha maizena, depois deita-se o açucar e mexe-se bem.
Quando o creme já estiver espesso deitam-se as gemas e o açucar baunilhado, mexendo sempre.
Depois do bolo estar completamente arrefecido corta-se ao meio e recheia-se com parte do creme.
Coloca-se o bolo direito e cobre-se a parte de cima e os lados com o creme restante. Terminar a decoração a gosto.
Como era para aniversário acabei de decorar com côco ralado tingido de verde, uns corações de chocolate e a palavra "Parabéns" escrita com um lápis de pasteleiro com sabor a morango.
Nota: este bolo é de facto muito fofinho e delicioso. Já ficou eleito o nr. 1 para bolos de aniversário cá em casa. Aliás, agora, sempre que haja um aniversário, já não vou andar feita tonta à procura de receitas para fazer o bolo - a receita perfeita já está encontrada.

quarta-feira, 21 de Maio de 2008

BOLACHAS DE CHOCOLATE BRANCO COM SEMENTES DE PAPOILA

Faz hoje precisamente um ano que abri o meu blog e, de uma forma algo tímida, comecei a postar receitas. Achei que nunca seria capaz de manter o blog nem sequer um mês, quando mais um ano. Contei sempre (e ainda conto) com a preciosa ajuda da minha amiga Inha que me iniciou nestas lides e tão pacientemente me ensinou tudo o que sei hoje sobre blogosfera. Obrigado minha querida, foste sempre uma grande ajuda e uma grande amiga.

Para celebrar o aniversário do meu cantinho, nada melhor do que vos convidar para um chá (ou café para quem preferir) acompanhado destas deliciosas bolachas, cuja receita tirei do blog da Nysa e que também já tinham passado pela cozinha da Filipa (se bem que as delas ficaram mais bonitas do que as minhas... lol).

1 ovo
70gr de açucar
10gr de açucar baunilhado
230gr de farinha
125gr de manteiga amolecida
1 pitada de sal
100gr de chocolate branco "Milka" ralado ou picado
1 colher de sopa de sementes de papoila
Misturam-se todos os ingredientes amassando bem. Forma-se uma bola, envolve-se em película aderente e leva-se ao frigorífico durante 1 hora.
Passado esse tempo retira-se a massa da película, formam-se pequenas bolas do tamanho de nozes e põem-se num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Levam-se ao forno pré-aquecido a 180º durante aproximadamente 15 minutos.
Retirar, deixar arrefecer e guardar numa caixa hermeticamente fechada.
Nota: as minhas bolachas ficaram algo "esparramadas", talvez pelo facto de não ter usado chocolate da marca "Milka". Acho que devia ter adicionado mais um pouco de farinha. Mas garanto-vos que ficaram uma delícia e tive que escondê-las para que não desaparecessem todas no mesmo dia.

Chávena da foto: propriedade da mamã Risonha, com mais de 40 anos.

terça-feira, 20 de Maio de 2008

PÃO COM SEMENTES DE GIRASSOL E AVEIA

Não posso passar muito tempo sem colocar a minha máquina de pão a trabalhar... aliás, ela funciona pelo menos uma vez por semana para fazer pão só para mim, pois gosto muito de pão escuro e que tenha sementes (desde que tenho a máquina nunca mais comprei pão integral na padaria).
Tomem nota desta receita que encontrei na cozinha da nossa queria Karen:

1 chávena + 2 colheres de sopa de água morna
1/4 de chávena de mel
2 colheres de sopa de manteiga amolecida
1,5 colher de chá de sal
1/2 chávena de flocos de aveia grossos
2 chávenas de farinha de trigo branca
1 chávena de farinha de trigo integral
2 colheres de sopa de leite em pó
2 1/4 colheres de chá de Fermipan
1/2 chávena de sementes de girassol
* a chávena utilizada tem a capacidade de 200ml


Seleccionei o ciclo "pão integral", peso - 1kg, tostagem média
Esperei pelo fim do programa e deliciei-me com este pão. É bom de qualquer forma: com fiambre, queijo, compota, etc.... se bem que eu adoro comê-lo apenas com manteiga.
Obrigado Kafka pela receita.

segunda-feira, 19 de Maio de 2008

INDISCRIÇÕES...

A minha amiga e conterrânea Benó (para quem não sabe, vivemos ambas em Sagres e encontramo-nos no mínimo uma vez por semana) lançou-me um desafio para falar um pouco sobre mim.
Embora atrasada (há 15 dias que este desafio me foi lançado) prometi que respondia e cá estou eu a fazê-lo.

FAMILÍA.... um dos pilares importantes na nossa sociedade (e a minha, que eu adoro!)
HOMEM..... faz sempre falta, quer seja como marido, pai, irmão, filho, amigo, etc.
MULHER.... digam o que disserem, é o sexo forte
SORRISO ... tento sempre ter um de conforto para quem precisa
PERFUME... imprescindível para mim, não saio de casa sem colocar um pouco
CARRO.... qualquer um serve, desde que seja prático e económico
PAIXÂO..... sentimento forte mas que geralmente não dura muito tempo
AMOR ..... pode ser sentido de diversas formas e é sempre um sentimento lindo
OLHOS..... o espelho da alma e a parte que mais gosto em mim
SAL... nunca falta na minha cozinha e na minha vida, mas sempre usado na medida certa
CHUVA... gosto de a ouvir cair enquanto estou deitada a ler um bom livro
MAR... algo que eu adoro. Se estiver muitos dias sem o ver já me sinto deprimida
LIVRO .... algo que não pode faltar NUNCA na minha mesa de cabeceira
FILMES... gosto de ver os de desenhos animados com a minha filha
MÚSICA.... Pedro Abrunhosa sempre!!! A música dele transporta-me ao paraíso
DINHEIRO... não é essencial para ser feliz, mas não se pode viver sem ele
SILENCIO... para mim muito importante, ajuda-me a reflectir e a tomar decisões
SOLIDÃO.... sinto-a muitas vezes, mesmo estando rodeada de muita gente
FLOR..... gosto de orquídeas, acho que são muito misteriosas
SONHOS.... ver a minha filha bem encaminhada na vida e sempre cheia de saúde
CIDADE.... Porto!!! Para mim a cidade Invicta é mágica
PAÍS... o nosso. Embora pequeno é lindo
NÃO VIVER SEM... saúde e amor
NUNCA DEIXAR DE SER ... como sou. Não sou perfeita mas gosto de mim assim
QUALIDADES.... sou amiga dos meus amigos e incapaz de negar ajuda a quem precise
DEFEITOS.... sou teimosa, perfeccionista e um pouco orgulhosa
GOSTO.... de andar descalça à beira mar com a minha filha
NÃO PASSAREI.... este ano sem deixar de roer as unhas, desta é que vai ser
DETESTAS.... pessoas mentirosas e que me acusem de algo que eu não fiz
PESSOA... o meu pai! Foi e será sempre o meu herói


Agora deveria passar o desafio para outras meninas, mas para não estar a nomear umas e a esquecer-me de outras, desafio todas as que me visitam que respondam ao desafio e o publiquem no vosso blog.
Conto com vocês... esta é mais uma maneira de nos ficarmos a conhecer melhor.
Beijocas e bom início de semana para todos.
Fotos: de uma parte da minha horta, tiradas pela minha filha.

domingo, 18 de Maio de 2008

BATIDO DE ANANÁS

Volta e meia apetece-me começar o dia com fruta e fazer um batido para o pequeno almoço.
Vi a ideia deste batido numa edição da revista "Mulher Moderna" e um dia que tinha ananás em casa resolvi fazer.
Cortar 150gr de ananás maduro em pedaços e colocar no copo liquidificador. Juntar 1 iogurte natural e 2dl de leite magro e triturar.
Servir bem fresco.
Fácil e rápido de fazer não é? E garante-nos um pequeno-almoço cheio de vitaminas e uma forma saudável (e com poucas calorias) de começar o dia.
Nota: o ananás possui vitaminas B1 e B3, úiteis na assimilação dos hidratos de carbono e na digestão. Contém também vitamina C, que contribui para uma pele saudável.
Fonte de informação: revista "Mulher Moderna"

sábado, 17 de Maio de 2008

POLVO ESTUFADO COM LEGUMES

E pronto... desta vez é que foi a última colheita de ervilhas da horta. Acabou-se!!! Já não há mais ervilhas para apanhar, mas temos vários quilos congeladas para ir gastando ao longo do ano.
Aproveitando a última rodada de ervilhas frescas, resolvi cozinhá-las com polvo. Nunca tinha experimentado desta forma, mas sou da opinião que o polvo fica bem com quase tudo.
Ficou uma delícia. Querem tomar nota de como fiz?
Fiz um refogado com 1 cebola grande picada e 4 dentes de alho picados, azeite, um pouco de margarina, polpa de tomate, vinho branco, sal, pimenta, noz moscada e 2 cravos de cabecinha.
Após o refogado apurar uns minutos juntei os polvos (usei polvos pequenos, com cerca de 800gr cada um), previamente arranjado e cortado em pedaços e uma fatia de bacon em tirinhas. Tapei o tacho e mantive o lume alto, para que os polvos "suassem" e largassem a sua água, deixando assim por 15 minutos.
Destapei o tacho, reduzi o lume e deixei o molho ir apurando, mexendo de vez em quando e verificando a maciez do polvo.
Quando o polvo já estava bem macio adicionei cenouras em rodelas e ervilhas, rectifiquei os temperos, juntei um pouco de água e deixei cozinhar até os legumes estarem cozidos.
Servi com arroz branco a acompanhar. Ficou............. hummmmmmmmm.......... delicioso!!!
Nota: como sempre uso polvos congelados, pois desta forma ficam sempre tenros. Anna, será que é desta que vais perder o trauma de cozinhar polvos? LOL!

sexta-feira, 16 de Maio de 2008

BOLO DE CHOCOLATE À LENA

Pois é... hoje temos um aniversariante cá em casa: o Sr. Risonho completa mais um ano e, como já é da praxe, vai fazer o almoço com os colegas. Faço sempre um bolo para o meu marido levar para o trabalho. Este ano a receita escolhida foi este bolo de chocolate. É uma receita sobejamente conhecida e muito fácil de fazer.
Para mim é o "Bolo de Chocolate à Lena" porque foi uma antiga colega minha, chamada Lena, que me deu a receita.
Para quem ainda não conhece é assim:

Para o bolo:
2 chávenas de farinha
2 chávenas de açucar
1 chávena de óleo
1 chávena de água quente
1 chávena de chocolate em pó
4 ovos
1 colher de chá de fermento Pó Royal
* a chávena utilizada tinha a capacidade de 200ml
Para a cobertura:
4 colheres de sopa de leite
4 colheres de sopa de açucar
4 colheres de sopa de chocolate em pó
2 colheres de sopa de manteiga

Preparação do bolo:
Bater os ovos inteiros com o açucar, juntar o óleo e o chocolate em pó, batendo sempre.
Quando tiver tudo bem ligado adicionar de uma só vez a água quente e a farinha misturada com o fermento, batendo bem até que a massa fique homogénea.
Levar ao forno pré-aquecido a 180º, numa forma untada e enfarinhada, durante 40 a 50 minutos (fazer o teste do palito).
Deixar arrefecer um pouco e desenformar. Se quiser pode cortar-se o bolo ao meio e rechear a gosto - eu escolhi recheá-lo com compota de groselha preta, como podem ver na foto abaixo.
Preparação do creme:
Colocar todos os ingredientes num tacho, levar a lume brando, mexendo sempre até que todos os ingredientes estejam bem ligados e o creme apresente a textura desejada.
Retirar do lume e cobrir o bolo.
Resolvi fazer uma decoração muito simples, por isso polvilhei apenas as laterais do bolo com côco ralado e no centro coloquei fatias de kiwi e uma cereja.
Peço desculpa por não haver uma foto do interior do bolo, mas a esta hora ele ainda nem foi partido. Mas como já fiz esta receita muitas vezes, posso afirmar com toda a segurança que este bolo é delicioso.
Podem usar chocolate em pó ou qualquer achocolatado, daqueles que se põem no leite, tal como Cola Cao, Suchard Express, etc.
Entretanto fiz outro bolo para o jantar logo à noite lá em casa.... prometo que assim que houver oportunidade também o postarei aqui.

quinta-feira, 15 de Maio de 2008

TORRADAS DE ALHO E QUEIJO


Todos vocês conhecem a maravilhosa cozinha da nossa querida Elvira, não é verdade?
Esta receita veio directamente de lá para a bancada da minha cozinha.
Palavras para quê??? Se é uma receita da Elvira só podia ser uma delícia (e ainda deu para aproveitar umas fatias de pão duro que tinha em casa).

2 dentes de alho espremidos
60gr de manteiga
4 fatias de pão rústico (usei pão de Mafra)
100gr de queijo de ovelha amanteigado (usei queijo de Borba)
oregão secos q.b
* pode usar-se outro queijo a gosto, desde que não seja seco

Pré-aquecer o grelhador do forno.
Levar a manteiga a derreter em lume brando. Juntar o alho e deixar alourar sem queimar, mexendo com frequência.
Barrar as fatias de pão com o preparado anterior. Dividir o queijo pelas fatias de pão e polvilhar com oregãos secos a gosto.
Colocar as fatias de pão num tabuleiro e levar ao forno por aproximadamente 10 minutos, ou até que o queijo se apresente levemente derretido e gratinado.
Servir de imediato.

Nota: nós cá em casa adoramos estes petiscos. E até a minha filha, que tem a mania que não gosta de alho, adorou estas torradas. Obrigado Elvira.

quarta-feira, 14 de Maio de 2008

PÉROLAS DO MAR À BRÁS


Recentemente foi lançado no mercado um novo produto, de uma marca bem nossa conhecida, que dá pelo nome de "pérolas do mar".
Estas ditas pérolas são nada, mais nada menos, do que rodelas de tubos de lulas (ou talvez sejam potas, nem sei...) e é daquelas coisas que passei a ter sempre em casa, pois pondo a nossa imaginação a trabalhar dá para fazer uma infinidade de pratos e é algo que as crianças gostam muito (pelo menos a minha filha adora).
Desta feita, na minha casa, foram confeccionadas à Brás (da forma básica como se confecciona o bacalhau com o mesmo nome). Mas para quem não conhece as ditas pérolas do mar de que falo, aqui fica uma foto da embalagem:

Numa frigideira coloquei uma cebola pequena, bem picadinha, juntamente com 2 dentes de alho, sal e pimenta, e levei a alourar num pouco de azeite.
Quando já estava louro juntei as pérolas do mar e deixei cozinhar por alguns minutos, mexendo sempre para irem salteando.
Adicionei batata palha frita (como o meu tempo é sempre escasso, uso a dos pacotes que já vem frita), delícias do mar em tirinhas e envolvi bem, deixando cozinhar mais um pouco.
Por fim bati 4 ovos com meio copo de leite, temperei com uma pitada de sal e pimenta, envolvi no preparado e fui sempre mexendo, de modo a que os ovos coagulassem e o preparado ficasse cremoso.
Bem sei que a receita não tem nada de especial, mas como ficou tão saboroso achei que era justo partilhar com vocês.
Para receitas mais elaboradas com estas pérolas do mar confiram aqui a receita da
Lígia, a receita dos Amigos do Balde, a receita da Janeca, a da Colher-de-Pau, que são fantásticas e muito melhores do que as minhas.

Quero ainda agradecer à minha querida Sara que mais uma vez me presenteou com um miminho.
Bem sei que era suposto eu nomear 5 blogs... desculpem mas eu não consigo, acho uma violência no meio de tantos blogs que eu adoro ter que nomear apenas 5.
Por isso todos os que me visitarem sintam-se por mim nomeados e copiem o selo abaixo para o vosso blog, ok?

Beijos grandes para todos!