Sugestões para oferecer ou para ler...


domingo, 18 de Outubro de 2009

Férias...

Pois é... finalmente o merecido descanso... vou entrar de férias por 2 semanas, por isso o blog vai estar parado, porque férias são férias.
Nada de pensar em cozinhados, tirar fotos aos pratos que cozinho, actualização do blog, etc.
Estas férias serão mesmo para recarregar baterias.
E sabem para onde vou? Sabem? Sabem?
Eu depois prometo que conto tudo: por onde andei, os livros que li, etc. Agora preciso mesmo é de descansar...
Fiquem bem e não se esqueçam de mim...

sábado, 17 de Outubro de 2009

FILETES EM CRUMBLE DE PARMESÃO

Mais uma receita fantástica, publicada aqui pela minha amiga Marizé. Assim que dei com os olhos nela, achei que devia ser deliciosa, para além de ser muito simples e prática de fazer.
A Marizé aconselha que o pão seja torrado e ralado na altura (podemos sempre aproveitar pão do dia anterior), mas eu confesso que usei pão ralado de compra - acredito que com o dito ralado na altura o prato fique muito mais saboroso.
Para aquelas pessoas que têm crianças (e adultos também) em casa que se recusam a comer peixe, aqui fica esta boa alternativa, pois os filetes ficam tão saborosos que ninguém terá coragem de reclamar.
Tomem nota da receita:
1 chávena de pão ralado
1 chávena de parmesão ralado fino
2 colhres de sopa de casca de limão ralada fina
100gr de manteiga derretida
2 ovos batidos
farinha para polvilhar
4 filetes de pescada sem pele nem espinhas (usei medalhões)

Misture o pão ralado com o parmesão, a casca de limão e a manteiga derretida. Reserve.
Corte os filetes (no meu caso os medalhões) ao meio e polvilhe de um lado e outro com farinha, de seguida passe-os pelo ovo batido e por fim pela mistura de parmesão, pressionando um pouco para aderir.
Pré-aqueça o forno a 220º e forre um tabuleiro com papel vegetal.
Coloque os filetes no tabuleiro e leve ao forno durante 15 a 20 minutos.
Mantenha-os quentes até servir.
Querem provar???

sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

TARTE ALPINA DE MAÇÃ

Na semana passada participei numa festa surpresa, em que ficou combinado que cada pessoa levaria algo doce ou salgado para colocar na mesa.
Andava sem saber o que fazer... até que olhei para a fruteira e vi que a fruta predominante eram maçãs.
Revolvi as revistas que tenho em casa e encontrei esta receita que me pareceu interessante e bonita à vista.
Aqui está o resultado: 220gr de farinha
140gr de manteiga derretida
100gr de açucar
4 maçãs golden
2 ovos
6 colheres de sopa de leite
2 colheres de sopa de geleia de marmelo
1 colher de chá de fermento
raspa da casca de 1 limão
1 pitada de sal
manteiga para untar
farinha para polvilhar

Bata os ovos com o açucar até obter uma mistura clara e espumosa. Junte-lhe a raspa da casca do limão, o sal, a manteiga derretida, a farinha com o fermento e o leite morno.
Misture tudo até obter uma massa homogénea.
Unte uma forma (com 24 a 26cm de diâmetro) com manteiga, polvilhe-a com farinha e deite-lhe a massa.
Descasque as maçãs, corte-as ao meio, limpe-as de sementes e dê-lhes golpes paralelos nas superfícies cortadas, de modo a ficarem marcadas com quadradinhos.
Coloque uma metade quadriculada no centro da massa e disponha as restantes em volta.
Leve 45 minutos ao forno, a 180º. Retire e pincele as maçãs com a geleia de marmelo (ou em alternativa pincele com mel).
Sirva morna ou fria.

quinta-feira, 15 de Outubro de 2009

"CREPÚSCULO"

Tanto se ouviu falar deste livro e do filme... e eu confesso que nunca me interessei por nenhum deles.
Tenho o filme em casa há montes de tempo, a minha filha já o viu 2 ou 3 vezes, e eu nunca tive curiosidade de espreitar uma cena sequer.
Achava eu que a história de que ouvia falar não tinha piada nenhuma - onde é que já se viu uma rapariga se apaixonar por um vampiro? Não cabe na cabeça de ninguém, certo?
Mas tanto elogiaram a obra (este fim de semana vou ver o filme, podem ter a certeza) que eu fiquei curiosa para ler.
A minha patroa teve a simpatia de me emprestar os 4 livros da saga e acabei ontem de ler o primeiro - Crepúsculo.
O que vos posso dizer? Envolvente da primeira à última página - estou ansiosa por saber a continuação da história.
Cá fica mais um contributo da minha parte para a Academia dos Livros... e podem ter a certeza que não demorarei muito a vir falar do livro seguinte.
Leiam e vão ver que ficarão tão fascinados como eu...
Nunca reflectira longamente sobre a forma como morreria - ainda que, ao longo dos meses anteriores, tivesse tido motivos de sobra para tal -, mas, mesmo que o tivesse feito, jamais teria imaginado que seria assim.
Era decerto uma boa maneira de morrer: morrer no lugar de alguém, de alguém que eu amava.
Chegava mesmo a ser nobre. Este facto deveria ter alguma importância.

Quando Isabella Swan se muda para Forks e conhece o misterioso e cativante Edward Cullen, a sua vida sofre uma viragem emocionante e aterradora.
Com pele de porcelana, olhos dourados, voz hipnotizante e dons sobrenaturais, Edward revela-se tão irresistível como impenetrável. Até ao momento, Edward conseguira esconder a sua identidade verdadeira, mas Bella está determinada em desvendar o seu segredo obscuro.
O que Bella não compreende é que, quanto mais se aproxima dele, mais perigo cria para si e para os que a rodeiam. E pode ser demasiado tarde para voltar atrás...
Notas sobre a autora:
Stephenie Meyer licenciou-se em Literatura Inglesa pela Brigham Young University. Vive com o marido e os três filhos no Arizona. Após a publicação do seu primeiro livro, Crepúsculo, os livreiros elegeram-na entre os mais promissores novos autores de 2005 (Publishers Weekly).
A autora declarou que a maçã na capa do livro Crepúsculo representa o fruto proibido do livro de Gênesis. Ela simboliza o amor de Bella e Edward, o que é proibido, semelhante ao fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, como está implícito pela citação de Gênesis 3:3 no ínicio do livro. Representa também o conhecimento de Bella daquilo que o bem e o mal são, bem como a escolha que ela tem do "fruto proibido", Edward, escolhendo ou não vê-lo.

Ciclo Luz e Escuridão na internet:
http://www.crepusculo.blogs.sapo.pt/
http://www.thetwilightsaga.com/
http://www.stepheniemeyer.com/
Wikipedia

quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

RISSÓIS DE FRANGO II

Adoro rissóis... dão sempre jeito tê-los congelados em casa, pois em poucos minutos consegue-se preparar uma refeição rápida e apetitosa.
Já tinha postado uns rissóis de frango aqui e desta vez, como tinha uns restos de frango assado que tinha sobrado de outra refeição, resolvi repetir a dose, com uma receita ligeiramente diferente.
Para a massa:
3 chávenas de água
3 chávenas de farinha
3 colheres de sopa de manteiga
uma pitada de sal
* a chávena utilizada tem a capacidade de 200ml
Levar ao lume a água com a manteiga e o sal. Quando levantar fervura juntar a farinha de uma só vez e mexer até que a farinha coza e se desprenda do fundo do tacho.
Retirar e colocar em cima da bancada até arrefecer, mexendo de vez em quando de modo a não ganhar côdea.
Para o recheio:
Preparar um molho béchamel bem apuradinho, juntar o frango desfiado, cebola e salsa picada.
Estender a massa, recortar em círculos, colocar uma colher de recheio no centro de cada círculo e fechar para dar a forma aos rissóis, apertando bem as extremidades (para fazer estes usei moldes próprios para rissóis).
Passar por ovo batido, pão ralado e fritar em óleo quente até ficarem douradinhos.
Se quiser congelar é só passar por ovo batido e pão ralado e colocar em caixas de congelação.
Bom apetite!!!

sábado, 10 de Outubro de 2009

CROISSANTS

Mais uma receita preparada na minha/nossa magnífica ajudante: a MFP.
Ora se eu e a minha filhota gostamos tanto de croissants, porque não prepará-los em casa?
Ok... é mais rápido ir à padaria e comprar, não dá tanto trabalho e nem se suja nada.
Mas é muito melhor fazé-los em casa e ouvir o elogio da minha filha a dizer "Mãe, estão deliciosos!!!"
Por isso peguei nesta receita que encontrei no blog da Elisabete e pus mãos à obra.
65ml de leite morno
1 ovo batido
170gr de manteiga
25gr de açucar amarelo
1 colher de chá de sal
350gr de farinha
1/2 pacote de Fermipan
1 ovo batido para pincelar

Coloque todos os ingredientes pela ordem indicada na cuba da máquina e seleccione o programa "Massa".
Quando terminar o programa aguarde 10 minutos, retire a massa, estique-a sobre a bancada enfarinhada e corte em triângulos.
Enrole os triângulos da parte mais larga para o bico, de modo a formar os croissants, e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal, ligeiramente afastados.
Tape com um pano e deixe em lugar quente para levedarem mais um pouco (tenha o cuidado para não deixar fermentar demais pois podem desmanchar-se).
Pincele os croissants com o ovo batido e leve ao forno a 200º até dourarem a seu gosto.
Servidos com o doce de tomate que postei ontem são uma tentação...

AVISO - FOTOS NOSSAS NOUTRO BLOG: mais uma vez descubro receitas e fotos minhas e de outras blogueiras num blog, sem fazer referência à fonte de onde as retiraram - acho que há gente que ainda não sabe que o plágio é crime.

O que acho mais engraçado é que é um blog de cariz religioso - AMITAF - CATEQUESE PAROQUIAL DO ALTO TÃMEGA. Esta é que me deixou de boca aberta... nem sei o que dizer... confiram se as vossas fotos não andam por lá.

sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

DOCE DE TOMATE

Quando há uma grande produção de tomate na horta o que fazer?
Para além de congelar e preparar molho de tomate para os nossos cozinhados, podemos sempre fazer um doce.
E há alguma coisa melhor do que um doce/compota feito em casa, sem os "pózinhos arttificiais" que têm os doces de compra? O que é caseiro é sempre mais saudável, sem sombra de dúvida.
Peço desculpa pelas grainhas/sementes que se vêm nas fotos, mas eu recuso-me a retirar as sementes ao tomate sempre que faço doce - para mim o doce de tomate tem que ter sementes e pronto!!!
1kg de tomate maduro
650gr de açucar
2 paus de canela

Retirar a pele ao tomate e cortar em pedaços.
Deitar na cuba da MFP, juntar o açucar e os paus de canela e seleccionar o programa "Doces e Compotas".
No final do programa retirar os paus de canela e passar o doce com a varinha mágica e, se quiser que fique com uma textura mais consistente, colocar num tacho e levar ao lume até atingir o ponto desejado (levei a lume brando por cerca de 20 minutos).
Deixar arrefecer um pouco e colocar em frascos.
Depois é só se "lambuzarem" com esta delícia...
Há um ano atrás falei-vos de: Carne de Vaca na Panela de Pressão

quinta-feira, 8 de Outubro de 2009

MAÇÃS EM CALDA DE GELATINA

Com 3 letrinhas apenas
Se escreve a palavra "mãe"
Que é das palavras pequenas
A mais bonita que o mundo tem
..........................................................................................
Lembram-se desta quadra? É que se adapta na perfeição à receita que vou apresentar hoje, retirada de uma revista que tenho em casa.
Com 3 ingredientes apenas
Se faz esta maravilha
Muito apreciada por mim
Pelo marido e pela filha
6 maçãs
2 pacotes de gelatina de frutos silvestres
200ml de água

Descasque as maçãs conservando os cabos.
Coloque-as lado a lado no fundo da panela de pressão.
Despeje a água e polvilhe com o pó da gelatina.
Tape a panela e leve ao lume até iniciar fervura. Cozinhe por 4 minutos e desligue o fogo.
Reserve até ao dia seguinte sem abrir nem mexer na panela.
Então abra e retire delicadamente as maçãs para um pirex e regue com a calda que se formou.
Leve ao frigorífico durante 2 horas antes de servir.
Nota: na receita original a gelatina era de morango. Pode ser usado qualquer sabor de gelatina á escolha.

quarta-feira, 7 de Outubro de 2009

POLVO ASSADO COM MOLHO

Chove por cá... a temperatura está agradável, dá para andar de manga curta e roupa leve, mas o que é certo é que a chuva chegou.
Hoje às 07h30 da manhã chovia tanto que só apetecia mesmo era ficar no quentinho dos lençóis.
Mas não pode ser, há que levantar para ir trabalhar.
Porque é que sabe tão bem estar "na sorna" deitada na cama, a ouvir a chuva a cair lá fora?
E porque é que quando chega a hora de sair de casa a chuva parece que começa a cair com mais força?
Enquanto não arranjamos soluções para estes enigmas da natureza, deixo-vos com uma receita de polvo que retirei do livro "Tesouros da Cozinha Regional Portuguesa" - segundo o livro é uma receita do Algarve, mais propriamente da zona de Lagos.
1 polvo com cerca de 1kg
1 cebola
0,5dl de azeite
3 dentes de alho
1 folha de louro
2 tomates maduros
650gr de batatas cozidas
sal e pimenta

Corta-se o polvo em pedaços e coze-se na panela de pressão.
À parte faz-se um refogado com a cebola, os dentes de alho picados, o azeite e a folha de louro.
Quando a cebola estiver dourada junta-se o tomate limpo de peles e sementes.
Ferve um pouco, junta-se o polvo e as batatas cozidas cortadas em quadrados.
Tempera-se com sal e pimenta, adiciona-se um pouco da água da cozedura do polvo, coloca-se num tabuleiro e leva-se ao forno a tostar.
Agora experimentem a servir sobre fatias de pão torrado... é uma delícia!!!
Há um ano atrás falei-vos de: Espinafres com Natas

terça-feira, 6 de Outubro de 2009

BIFANAS ECONÓMICAS COM ANANÁS

Após 3 dias de merecido descanso, em que andei a passear pelas margens do rio Douro e Mondego, estou de volta com uma receita deliciosa (aproveito para informar desde já que este blog encerrará dentro de dias para "descanso do pessoal").
Sempre que recebo em casa o jornal "Dica da Semana", dos supermercados Lidl, gosto sempre de ir cuscar a receita para, se for o caso de me agradar, guardá-la e experimentar assim que possa.
Foi o que aconteceu com estas bifanas, cuja receita saíu há algumas semanas atrás (as receitas do Lidl também estão online aqui).
2 embalagens de bifanas económicas
1 lata grande de ananás
3 dentes de alho
4 colheres de sopa de azeite
2dl de vinho branco
1 colher de chá de pimentão doce
sal e pimenta q.b.

Arranje as bifanas. Numa tigela deite os dentes de alho picados e o pimentão doce, tempere com sal e pimenta, acrescente o vinho branco, mexa, adicione as bifanas, envolva bem e deixe marinar durante 20 minutos.
Ligue o forno a 180º e disponha as bifanas escorridas num tabuleiro.
Escorra as rodelas de ananás, corte-as ao meio e junte-as ao tabuleiro.
Regue com metade da calda do ananás e junte a marinada da carne e o azeite, envolva e leve ao forno durante cerca de 35 minutos.
Vá regando com o molho do tabuleiro. Retire do forno e sirva acompanhado com massa.

sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

LOMBINHOS DE SALMÃO COM BACON

Há alguns dias atrás comprei uns lombos de salmão congelados e andava sem saber como cozinhá-los.
Salmão é um peixe muito apreciado por todos nós cá em casa, mas, quando o compro fresco em postas, normalmente o seu destino é sempre o grelhador ou o forno.
Desta vez, com os lombos de salmão, andava "às aranhas" sem saber o que fazer com eles.
Dei volta aos montes de revistas que tenho em casa e encontrei esta versão que nos agradou muito, pois ainda por cima tem cogumelos - outra coisa que gostamos muito.
Tomem nota da receita:
4 lombos de salmão
75gr de manteiga
4 fatias de bacon
1,5 lata de cogumelos laminados
1,5dl de natas
1 colher de chá de mostarda
sal e pimenta a gosto
farinha para polvilhar

Cortar os lombos de salmão ao meio no sentido do comprimento e espalmá-los cuidadosamente.
Fritar ligeiramente as fatias de bacon.
Unir as metades de salmão com uma fatia de bacon no meio, prendendo com palitos.
Temperar com sal e pimenta, passá-los por farinha e fritar na manteiga, alourando-os de ambos os lados. Retirar com cuidado e reservar.
Juntar à gordura que ficou na frigideira os cogumelos (previamente escorridos), as natas e a mostarda. Deixar apurar.
Retirar e servir o molho sobre os lombinhos.
Acompanhar com legumes cozidos.
Nota: o salmão é um peixe que tem muitos benefícios para a nossa saúde - reduz o nível dos triglicéridos, arritmias, tem benefícios cardiovasculares, previne o enfarte do miocárdio e fortalece o sistema imunitário.
Mais informações aqui.

quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

BOLO DE BANANA DA ELISE

Olhem só que receita maravilhosa eu descobri no blog da Karen...
Sabem quando têm bananas a ficar muito maduras e/ou murchas na fruteira?
Daquelas bananas que já ninguém come e que nós não sabemos onde utilizar? Sabem do que falo, não sabem?
Então não procurem mais - encontraram a receita ideal.
3 a 4 bananas maduras amassadas
1/3 de chávena de manteiga derretida
1 chávena de açucar (usei açucar amarelo)
1 ovo batido
1 colher de sopa de canela
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1,5 chávena de farinha
* a chávena utilizada tem a capacidade de 200ml

Pré-aqueça o forno a 175º.
Misture as bananas amassadas com a manteiga.
Adicione o açucar, o ovo e a canela.
Polvilhe o bicarbonato de sódio e o sal e misture. Adicione a farinha e mexa.
Deite a massa numa forma de bolo inglês untada e leve ao forno por 1 hora ou até dourar.
Alguém quer uma fatia para o lanche?
Aproveito para mostrar mais uma das minhas manualidades: uma tela que foi feita para um colega da minha filha, que tem uma paixão por tudo o que seja piratas.
Há um ano atrás falei-vos de: Bolo de Iogurte com Maçã e Sementes de Papoila