Sugestões para oferecer ou para ler...


sábado, 25 de Setembro de 2010

Vou ali e já venho...

Pois é... depois de toda a gente já ter gozado as suas merecidas férias, chegou a minha vez.
Voltarei em breve.
Fiquem bem...

quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

BOLO DE CHOCOLATE E BANANA

Chegou o Outono e com ele as primeiras chuvas. O tempo hoje por cá está "manhoso", chuviscando de vez em quando e já se sente uma ligeira descida de temperatura. O ideal para saborear um bolo ao lanche, acompanhado de uma bela chávena de chá.
Se tiverem na fruteira bananas a "gritarem" para ser usadas, façam como eu: vejam esta receita da nossa querida Ameixinha e deliciem-se com este bolo super fofinho.
2 bananas médias
200gr de manteiga
200gr de açucar
4 ovos
1 colher de sopa de mel
170gr de farinha de trigo
50gr de cacau em pó
2 colheres de chá de fermento em pó
uma pitada de sal

Descasque as bananas, corte-as em rodelas e amasse com um garfo até obter um puré.
Bata a manteiga com o açucar até que a mistura fique bem cremosa.
Acrescente os ovos, o mel e o puré de banana.
Peneira a farinha com o cacau em pó, o fermento e o sal.
Acrescente à preparação anterior. Coloque numa forma de bolo inglês, previamente untada com manteiga e enfarinhada (usei uma forma de silicone untada passada por água).
Asse em forno médio (180º) durante 40 minutos ou até que, ao introduzir um palito, este saia seco.
Desenforme e deixe arrefecer sobre uma grade. Polvilhe com açucar em pó.
Há um ano atrás falei-vos de: Alho Francês à Brás

terça-feira, 21 de Setembro de 2010

DOCE DE FIGO COM ESPECIARIAS NO MICROONDAS

As minhas figueiras andam a produzir em força e já nem sei o que fazer com tantos figos. Ainda por cima não os posso comer, pois cada vez que como um figo a minha boca fica uma lástima.
Por isso assim que vi esta receita da Tangerina Aderente, achei que era uma boa ideia para dar uso aos figos que andavam lá por casa.
Fica um doce delicioso... ao lanche numas bolachas ou numas tostinhas... ai, ai... lá se vai a dieta!!!


350gr de figos (descascados e em pedaços)
1/2 chávena de chá de laranja (sem pele nem sementes cortada aos cubos)
200gr de açucar (podem reduzir para 150gr se quiserem)
3 colheres de sopa de sumo de limão
1/4 de colher de chá de gengibre em pó
1/4 de colher de chá de cravinho em pó
1/4 de colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de manteiga
1 colher de chá de raspas de laranja

Colocar todos os ingredientes numa taça que possa ir ao microondas, misturar bem e deixar marinar durante 30 minutos.
Levar ao microondas, onde o tempo total de cozedura será de 15 minutos na potência máxima.
Nos primeiros 8 minutos deve deixar-se cozer e depois deve-se mexer a cada 3 minutos.
Após o doce confeccionado colocar em frascos.
Nota 1: após 11 minutos de confecção passei o doce com a varinha mágica para ficar homogéneo.
Nota 2: notei que o meu doce estava a levar mais do que os 15 minutos previstos (levou cerca de 20 minutos) mas só no final é que reparei que tinha o microondas programado na potência média, por isso 15-17 minutos na potência máxima devem ser suficientes.
Querem uma bolachinha???

quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

"RESGATE"

Mais um... eh eh eh... mais um livro que acabei de ler e este de uma das minhas autoras favoritas. Ontem, ao guardar o livro na estante junto com os outros da autora, dei-me conta que este foi o 47º livro que li de Danielle Steel, e ainda tenho mais dois em lista de espera. Eu sei... sou doida por livros!
Este surpreendeu-me uma vez mais: a autora já nos habituou a um estilo de "romance", mas este livro pode ser perfeitamente encaixado na categoria de "policial e mistério".
Mas não vos dou mais dicas... aconselho-vos a ler e deixo mais esta sugestão para a Academia dos Livros.
Após quatro longos anos de cárcere e disposto a regenerar-se para ganhar novamente a custódia das filhas, Peter Morgan é libertado de uma prisão californiana. Simultaneamente, Carl Waters, condenado por assassínio, é devolvido à realidade.
Nessa noite, a cerca de quinhentos quilómetros a sul de San Francisco, o detective da polícia Ted Lee regressa à solidão do lar; há vinte e nove anos que vive quase exclusivamente para o trabalho e, a pouco e pouco, o amor pela esposa vai-se desvanecendo.
Do outro lado da cidade, num luxuoso bairro de Pacific Heights, uma mãe tenta proteger os três filhos do pânico que vai crescendo dentro de si. Quatro meses após a morte do marido, Fernanda Barnes vê-se perante uma montanha de dívidas que não pode pagar, um mundo destruído e um casamento desfeito.
Semanas depois, as vidas destas quatro pessoas colidirão de uma forma que nenhuma delas jamais previra. Para Fernanda, cuja vida a agraciara com casas deslumbrantes, segurança, êxito e uma fortuna colossal, a morte do marido era algo de insuportável.
Não conseguia imaginar uma perda maior, até um crime devastador atingir o âmago da família... e fazer entrar o detective Ted Lee na sua vida.
Notas sobre a autora:
Em várias postagens do meu blog já deixei várias notas sobre esta magnífica autora.
Mais informações, bem como todas as suas obras, podem também ser encontradas nesta página da Wikipédia.

quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

FRANGO GRATINADO COM LEGUMES

Como ontem à noite jogou o Benfica, resolvi preparar frango para o meu jantar, em homenagem ao guarda-redes Roberto, que está um "frangueiro" de primeira. Bem... o homem ontem até se portou bem e o Benfica lá conseguiu ganhar o jogo. Acho que o segredo é não deixar que a bola se aproxime muito da baliza do Roberto... lol!
Esta receita é óptima para quem esteja de dieta, pois a única gordura que leva é azeite. Comida saudável e com poucas calorias... pois claro!

3 coxas de frango
1 curgette
6 cogumelos grandes
sal e pimenta
azeite
queijo ralado
coentros

Untar um tabuleiro com um fiozinho de azeite e colocar as coxas de frango.
Descascar a curgettte, cortar em cubos e colocar à volta da carne. Temperar tudo com sal e pimenta, deitando por cima mais um fiozinho de azeite.
Levar ao forno, a 200º durante 30 minutos, virando a carne a meio do tempo (se necessário borrifar com um pouco de água).
Juntar os cogumelos cortados em quartos e levar ao forno por mais 10 minutos.
Apagar o forno, polvilhar levemente com queijo ralado e coentros picados e colocar dentro do forno, só até que o queijo derreta. Servir de seguida.
Os legumes podem ser substituídos por outros ao gosto do "freguês"...
Há um ano atrás falei-vos de: Terrina de Atum

sexta-feira, 10 de Setembro de 2010

QUICHE DE FIAMBRE, COGUMELOS E DELÍCIAS DO MAR

Para muita gente quiche é sinal de preguiça, pois acham que é um aproveitamento do que se tem no frigorífico, colocar por cima de massa folhada, e já está!
Pois bem... como eu costumo dizer, "não só... mas também"... para mim também é uma mistura de sabores e paladares, como foi o caso desta quiche que agora vos apresento.
E nestes últimos dias de calor, digam lá que não sabe tão bem uma fatia de quiche depois de uma tarde de praia?
1 base de massa folhada
2 fatias grossas de fiambre
1 lata de cogumelos laminados
1 pacote de natas
4 ovos
sal e pimenta
delícias do mar
queio ralado
oregãos

Pré-aquecer o forno a 200º. Colocar a base de massa folhada no fundo de uma tarteira e picá-la com um garfo.
Ralar as fatias de fiambre na máquina e colocar no fundo da massa folhada.
Por cima espalhar os cogumelos laminados, polvilhando com um pouco de queijo ralado e oregãos. Bater as natas juntamente com os ovos, temperando a gosto com sal e pimenta.
Deitar por cima da tarteira, polvilhar levemente com queijo ralado e decorar com tiras de delícias do mar.
Levar ao forno durante meia hora. Servir a quiche morna ou fria.
Aqui fica mais uma das minha manualidades:
Uns saquinhos para colocar rebuçados ou chocolates, feitos a partir de pacotes de leite, forrados com papel manteiga e decorados com a técnica de decoupage. Não há nada como reciclar e criar coisas engraçadas...

terça-feira, 7 de Setembro de 2010

"O ANO TEM DOZE HOMENS"

Este livro é daqueles que se lê de uma assentada. Escrito de uma forma ligeira e descontraída, tem momentos muito divertidos, que me fizeram lembrar as passagens de "O Diário de Bridget Jones"... é algo do género, que nos coloca um sorriso nos lábios enquanto o estamos a ler.
Sem dúvida uma óptima leitura para os últimos dias de praia e mais uma sugestão da minha parte para a Academia dos Livros. Aposto que, se pegarem neste livro para o ler, quando derem por vocês estão a soltar uma gargalhada.
Pia escreve horóscopos para uma revista feminina e tem uma vida confortável ao lado do seu namorado Stefan.
Mas o dia de Natal tem para a jovem planos muito diferentes daqueles que ela traçara; planos que incluem um relógio frito, um anel inoportuno e uma intempestiva saída de casa. Tudo piora quando Stefan se apaixona por outra mulher.
Pia decide então reinventar-se. Para isso, faz uma aposta com a sua melhor amiga: Pia, a astróloga, envolver-se-á com um representante de cada signo; está, contudo, proibida de se apaixonar... o que não é assim tão simples, porque encontros de uma noite podem ser mais do que mera diversão.
Além disso, os sentimentos de Pia têm sempre a mania de se meter pelo meio. Depois de doze meses de astrologia romântica, as estrelas parecem estar finalmente bem posicionadas e, nessa altura, Pia vai ter de tomar a mais importante decisão da sua vida.
Notas sobre a autora:
Martina Paura nasceu em 1965 em Buchen, na Alemanha, onde ainda hoje vive. É autora de diversos contos. "O Ano Tem Doze Homens" é o seu primeiro romance e foi um bestseller estrondoso no seu país, tendo também sido publicado em diversos países.

sábado, 4 de Setembro de 2010

ROSCA DE FRUTAS CRISTALIZADAS E AMÊNDOA

Já era mais que tempo de colocar a minha máquina do pão a funcionar novamente... a pobrezinha até já andava triste a pensar que eu me tinha zangado com ela.
E também já era mais que tempo que usar uma embalagem de frutas cristalizadas que tinha em casa, cujo prazo de validade estava a terminar. Assim sendo, foi só juntar a "fome com a vontade de comer" e preparar esta rosca que deu um belo lanche.
1 pacote de 500gr de preparado para brioche "Branca de Neve"
240ml de água
200gr de fruta cristalizada em pedaços
2 colheres de sopa de açucar
1 colher de sopa de canela
100gr de amêndoa laminada
leite para pincelar
geleia para pincelar

Colocar na cuba da máquina do pão o preparado para brioche, a água, o açucar, a canela e a fruta cristalizada. Seleccionar o programa "Amassar".
No final do programa deixar a massa repousar cerca de 10 minutos.
Colocar na bancada enfarinhada, amassar um pouco e dar o formato de rosca.
Colocar num tabuleiro untado e polvilhado, tapar e deixar levedar por meia hora.
Pincelar com o leite e decorar com a amêndoa laminada.
Levar ao forno, pré-aquecido a 200º, durante 25 minutos.
Retirar do forno e, enquanto quente, pincelar com a geleia.
Deixar arrefecer completamente antes de servir.
Vai uma fatia???
Há um ano atrás falei-vos de: Creme de Ervilhas e Milho

quarta-feira, 1 de Setembro de 2010

ARROZ DE FEIJÃO E BACALHAU

Antes de mais, um muito obrigado a todos os que me têm enviado palavras de apoio neste momento complicado que estou a passar com a doença de um familiar, que neste momento está no bloco operatório a ser sujeita a uma cirurgia... vamos a ver o que dá...
Mas vamos à receita de hoje, retirada de um dos fascículos da revista "TV 7Dias". Começou Setembro, o mês de regresso às aulas. O mês em que o tempo começa a arrefecer ligeiramente.
Nada como um prato mais "reconfortante" para estes dias em que o Verão começa a arrumar a trouxa para se ir embora...
1 cebola
1 dente de alho
2 colheres de sopa de azeite
2 postas de bacalhau cozido
1 colher de sopa de polpa de tomate
2 tomates frescos
1 lata pequena de feijão encarnado
300gr de arroz
0,6dl de água
1 cubo de caldo de legumes
1 raminho de salsa
sal e pimenta

Pique a cebola e o alho e refogue-os no azeite. Corte o bacalhau em quadrados e adicione-os também. Mexa e adicione a polpa, o tomate em cubos e o feijão encarnado.
Tempere com sal e pimenta e acrescente o arroz. À parte, ferva a água e junte-lhe o caldo de legumes, mexendo até se diluir.
Verta sobre o preparado anterior, tape e deixe cozer o arroz. Retire do lume e reserve alguns minutos tapado. Salpique com a salsa picada e sirva.