Sugestões para oferecer ou para ler...


segunda-feira, 5 de Março de 2012

"LUCIA, LUCIA"

Por norma não gosto muito de ler livros de "época", que retratem sociedades dos tempos antigos, mas este é um livro muito engraçado, que retrata os anos 50 e uma rapariga que, nessa época, já se mostrava muito independente e com ideias muito fixas, o que naquela altura não era olhado com bons olhos.
Gostei da história... é simples, bonita, envolvente e retrata alguns dos aspectos que se vivem no reino da alta costura, olhado do ponto de vista de quem a confecciona!
Nos glamorosos anos 50, Nova Iorque resplandescia num pós-guerra promissor, e celebrava, com requinte e elegância, um tempo de desenvolvimento e de novas oportunidades. Para as jovens talentosas e empreendedoras abriam-se agora possibilidades até então apenas sonhadas. Esta é a história vibrante de uma dessas jovens, Lucia Sartori, uma mulher apaixonada e determinada que arrisca perseguir os seus sonhos.
Filha de uma próspera família de negociantes italianos e única mulher entre uma série de irmãos, é a jovem mais bonita e pretendida de Greenwich Village. Lucia luta por conciliar o aparentemente inconciliável - a sua realização pessoal nas sofisticadas e sumptuosas esferas da alta-costura e uma relação harmoniosa com uma família profundamente enredada nas convenções mais tradicionais.
Um retrato deslumbrante de um mundo de luxo, sensualidade e requinte, que Adriana Trigiani resgata das faldas do tempo através de uma escrita que ostenta o brilho e a exuberância do próprio universo que faz reviver nas páginas deste livro.
Notas sobre a autora:
Adriana Trigiani é dramaturga, guionista de televisão e produtora de documentários. Os seus romances têm descrito percursos de sucesso um pouco por todo o mundo, tendo-se tornado bestsellers em países como a Grã-Bretanha, a Alemanha ou os Estados Unidos. Lucia, Lucia é o seu primeiro romance a ser publicado em Portugal.