Sugestões para oferecer ou para ler...


terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

BOLO PODRE

Uma das memórias da minha infância é um bolo, de seu nome Bolo Podre, que a minha avó fazia e que eu, já muito gulosa na altura, ficava na cozinha a sentir o aroma do bolo no forno durante a cozedura, para assim que a a minha avó o tirasse do forno eu pedinchar uma fatia ainda quente.
Este bolo não tem nada a ver com o da minha avó, o dela era melhor... ou talvez seja eu que ache que os sabores de infância são os melhores do mundo.
Mas esta receita da revista Teleculinária Robot de Cozinha de Novembro de 2015 deu para matar as saudades do bolo da avó e proporcionou um lanche muito agradável.
250gr de farinha
100gr de açucar
100gr de azeite
100gr de mel
5 ovos
1 colher de sobremesa de fermento em pó
margarina para untar + farinha para polvilhar

Unte uma forma com margarina e polvilhe com farinha. Ligue o forno a 180º.
Coloque todos os ingredientes da massa no copo da Mycook, feche e ligue 30 segundos na velocidade 6. Passa com a espátula pelo copo e repita a programação anterior.
Verta a massa na forma e leve ao forno durante cerca de 40 minutos (faça o teste do palito).
Retire, desenforme e sirva decorado a gosto.

6 comentários:

  1. De podre não tem mesmo nada, é apenas podre de bom! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podre de bom mesmo, tens toda a razão.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Os bolos de infância marcam-nos sempre e este está uma delícia :)
    Beijinhos, se quiseres vem visitar-me em
    Gulosoqb.blogspot.pt
    Facebook.com/gulosoqb

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla, os sabores da infância são das melhores recordações que podemos ter.
      Beijocas

      Eliminar
  3. Huuum esse bolo parece delicioso. Me identifiquei logo com vc, adoro cozinha, onde faço minha terapia e crio, transfomo. E os livros..... há como amo! bjs

    ResponderEliminar

Comentem e deixem a vossa opinião. Beijinhos da amiga Risonha, daqui de onde a terra acaba e o mar começa....