Sugestões para oferecer ou para ler...


terça-feira, 17 de setembro de 2019

"O JARDIM DAS FLORES DE PEDRA"

Uma bonita história em que é retratada a lealdade perante a família e os segredos que isso pode obrigar a esconder.
Com dois narradores sempre presentes - Eli e Darl - conta-se uma bela história de amor que sobrevive às mentiras que as matriarcas da família de Darl.
A prova que quando o amor é verdadeiro, tudo consegue vencer.
Uma obra muito fácil de ler com uma história doce e emocionante.

Para Darl Union, a vida em Burnt Stand, na Carolina do Norte, foi sempre uma estranha mistura de riqueza, privilégio e solidão. Criada pela avó, uma mulher tão fria e dura como a pedreira de mármore que é a herança da família, o amor é-lhe estranho até ao dia em que se apaixona perdidamente por Eli Wade, o filho de um canteiro.
Porém, o amor adolescente e puro cedo se vê comprometido por uma teia de mentiras e de morte: o pai de Eli é considerado o responsável pelo desaparecimento da tia-avó de Darl e, embora inocente, acaba por ser morto.
Mas agora, vinte e cinco anos depois, há segredos que podem literalmente vir à superfície – e Darl e Eli têm finalmente uma hipótese de enfrentar e resolver o passado.
Notas sobre a autora:
Deborah Smith é uma das autoras americanas mais lidas em todo o mundo: a sua obra já vendeu mais de três milhões de exemplares. Nomeada para diversos prémios importantes, como o RITA Award da Romance Writers of America e o Best Contemporary Fiction da Romance Reviews Today, foi distinguida com o Prémio de Carreira atribuído pela Romantic Times Magazine. No catálogo da Porto Editora figuram os seus romances A Doçura da Chuva, Segredos do Passado, O Café do Amor, Milagre, Doces Silêncios e Regresso a Casa, que obtiveram assinalável êxito junto dos leitores portugueses.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

"A RAPARIGA QUE VIVEU DUAS VEZES"

Foi com emoção e já algum saudosismo que me despedi das personagens marcantes da Saga Millennium: Lisbeth e Blomkvist, duas criaturas que conseguem levar-nos à loucura com os seus mistérios e aventuras cheias de acção e perigo.
A história uma vez mais aborda temas polémicos relacionados com a políticas; grandes segredos; corrupção e, além de tudo isto, a grande sede de vingança de Camila, a irmão de Lisbeth.
Os momentos finais são arrepiantes e conseguem colocar a nossa adrenalina em nível máximo.
Tenho mesmo pena que a saga fique por aqui...

A Rapariga Que Viveu Duas Vezes - Sexto e último volume da série Millennium iniciada por Stieg Larsson - é uma narrativa atual, que combina escândalos políticos e jogos de poder com novas tecnologias, genética, expedições dramáticas ao cume do Evereste, e "fábricas" de trolls que criam e difundem notícias falsas, responsáveis por influenciar resultados de eleições ou denegrir a imagem de proeminentes figuras públicas.
Um final épico, em que não faltam o humor e situações levadas ao extremo por Lisbeth Salander que, como sempre, na defesa dos seus princípios, não olha a meios nem recorre a métodos convencionais.
Notas sobre o autor:
David Lagercrantz nasceu na Suécia em 1962. É escritor e jornalista e vive em Estocolmo. Depois de ter estudado Filosofia e Religião, licenciou-se em Jornalismo pela Universidade de Gotemburgo. Trabalhou para o diário Expressen como repórter criminal tendo feito a cobertura dos casos mais mediáticos no final dos anos 80 e início dos anos 90 na Suécia.
Publicou várias biografias de personalidades muito conhecidas dos suecos e, em 2011, aquela que foi o seu maior sucesso – I am Zlatan Ibrahimovic – a história do famoso jogador de futebol, nomeada para vários prémios importantes, traduzida em 30 línguas e com milhares de exemplares vendidos. Fez a sua estreia na ficção com The Fall of Man in Wilmslow, uma história baseada na vida do célebre matemático britânico Alan Turing que teve um enorme sucesso internacional. Nos livros de David Lagercrantz encontra-se frequentemente um padrão: grandes talentos que se recusaram a seguir as convenções. Interessam-lhe não só os que se destacam da multidão, mas também a resistência que a sua criatividade inevitavelmente enfrenta. Talvez por isso tenha aceitado a proposta que lhe foi feita em Dezembro de 2013 para escrever o quarto volume da série Millennium criada por Stieg Larsson (1954-2004). Decerto não conseguiu resistir a Lisbeth Salander, uma das personagens mais criativas e irreverentes da literatura contemporânea.

domingo, 25 de agosto de 2019

"UM CLARÃO DE LUZ"

Tenho que confessar que no início não estava a gostar muito do livro, pelo simples facto da acção se passar "ao contrário", ou seja, começou pelo final e a cada capítulo ia recuando uma hora no tempo, o que se tornou algo confuso e pouco coerente nos dois primeiros capítulos.
Mas depois tomei o gosto pela leitura e foi com grande gosto que levei o livro até ao final, sendo que uma vez mais Jodi Picoult conseguiu com a sua escrita abordar temas polémicos e controversos,
Um livro que deve ser lido por todas as mulheres...
Um dia quente de outono começa como qualquer outro no Centro - uma clínica que presta cuidados de saúde reprodutiva a mulheres. Como habitualmente, os seus funcionários acolhem as pacientes que ali se encontram para aconselhamento e tratamentos. de repente, pelo final da manhã, um homem armado entra nas instalações e começa a disparar, causando feridos e fazendo reféns.
O agente de polícia Hugh McElroy, especialista em negociar a libertação de reféns, estabelece um perímetro de segurança e traça um plano para comunicar com o atirador. ao olhar sub-repticiamente para as mensagens recebidas no seu telemóvel, apercebe-se, horrorizado, de que Wren, a sua filha de apenas quinze anos, se encontra no interior da clínica.
Wren não está só. Ela vai partilhar as horas seguintes, sob um clima de grande tensão, com outras pessoas : uma enfermeira em pânico, que tem de se autocontrolar para salvar a vida de uma mulher ferida; um médico que põe a sua fé à prova como nunca antes acontecera; uma ativista pró -vida, que se tinha feito passar por paciente e é agora vítima da mesma raiva que ela própria sentia; uma jovem que quer abortar. e o próprio atirador, completamente transtornado, a querer ser ouvido.
Uma narrativa que equaciona a complexa temática dos direitos das mulheres grávidas e dos direitos dos seres que elas estão a gerar, além de refletir sobre o significado de s
er boa mãe e bom pai. 

Um romance desafiador, absorvente e apaixonante.
Notas sobre a autora:
Jodi Picoult nasceu e cresceu em Long Island. Estudou Inglês e Escrita Criativa na Universidade de Princeton e publicou dois contos na revista Seventeen enquanto ainda era estudante. O seu espírito realista e a necessidade de pagar a renda levaram-na a ter uma série de empregos diferentes depois de se formar: trabalhou numa corretora e numa editora, foi copywriter numa agência de publicidade e foi professora de inglês. Em 2003, foi galardoada com o New England Bookseller Award for Fiction e a esta consagração muitas outras se seguiram. Com mais de catorze milhões de exemplares vendidos, está traduzida em 34 idiomas.

sábado, 24 de agosto de 2019

BOLO DE BANANA COM NOZ E SEMENTES DE PAPOILA

Um bolo muito fácil de confeccionar que sabe bem em qualquer altura do dia.
Se bem que o tempo agora está quente e nem apetece muito ligar o forno, como é rápido de fazer e de cozer, nem dá tempo para pensar muito no calor.
Uma óptima ideia para o lanche ou até mesmo para levar para petiscar na praia.
A receita foi retirada do grupo Paleo Descomplicado no Facebook...
4 bananas
2 ovos
1 chávena de flocos de aveia finos
1 colher de chá de fermento em pó
1 punhado de nozes
sementes de papoila e canela a gosto

Misturar todos os ingredientes na Bimby ou num liquidifcador, levando ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 25 minutos.
Deixar arrefecer e desenformar.

domingo, 18 de agosto de 2019

"CORAÇÃO FRIO"

Um policial com bom ritmo que nos consegue prender a atenção e aguça a curiosidade para passarmos ao capítulo seguinte.
Dana foi vítima de rapto e maus tratos às mãos do seu sequestrador, tendo ficado com lesões físicas e cerebrais que condicionam de alguma forma a sua vida.
Ao voltar à sua terra natal e à casa onde passou a sua juventude, volta a lembrar-se do desaparecimento de sua melhor amiga da adolescência e resolve tentar reconstruir o caso através das suas escassas memórias.
O rumo da história a partir daqui é alucinante e o final é surpreendente...
Sobreviver é só o princípio do pesadelo.
Dana Nolan era uma jovem e promissora repórter de televisão até que um conhecido assassino em série tentou adicioná-la à sua lista de vítimas. Passou quase um ano desde os terríveis acontecimentos, mas as cicatrizes físicas, emocionais e psicológicas estão bem activas. Desfigurada e lutando contra a perturbação pós-stresse traumático, Dana regressa à sua cidade natal, numa tentativa de reorganizar a sua vida. Mas voltar a casa não proporcionou o conforto que esperava e precisava.
Notas sobre a autora:
Tami Hoag, escritora norte-americana, é originária do Minnesota, casada e a viver em Charlottesville na Virgínia. Os seus livros aparecem nas listas americanas de bestsellers desde a publicação em 1988 do seu primeiro romance.

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

"A MENINA QUE ROUBAVA MORANGOS"

As personagens da saga "Chocolate" são daquelas que nos deixam saudades e é sempre um prazer reencontrá-las...
Vianne, Rosette, Roux, Le Curé, etc, voltaram para dar corpo a mais uma história linda pelas mãos de Joanne Harris.
Por muito tempo que tenha passado desde a última leitura desta saga, tenho a certeza que todos vão gostar do reencontro, notando-se neste livro uma maior maturidade por parte de todas as personagens.
Como sempre, o aroma a chocolate faz-se sentir ao virar de cada página...

O coração de Vianne Rocher, a encantadora e inquieta maga do chocolate, parece ter finalmente serenado. A vila de Lansquenet-sous-Tannes, que em tempos a rejeitou, é agora o seu lar. Com a filha mais velha, Anouk, a viver em Paris, Vianne dedica-se por inteiro à chocolaterie e a Rosette, a filha mais nova, a sua menina "especial". A acompanhá-las estão os seus amigos do rio, os extravagantes vizinhos, e o circunspecto padre Reynaud. Mas o vento, quando sopra, traz sempre mudanças… E estas começam com a morte de Narcisse, o temperamental florista. A vila fica em alvoroço pois Narcisse deixa não só uma surpreendente herança a Rosette, mas também uma inesperada confissão.
Nada voltará a ser como dantes. E quando uma loja nova abre onde antes se dispunham as magníficas flores de Narcisse, tudo parece um prenúncio de algo: um confronto, alguma turbulência, ou talvez até… um crime? Conseguirá Vianne impedir que o vento leve tudo o que lhe é mais querido?
Há magia no ar. Há luz e sombra. Vingança e amor. Vinte anos depois da publicação de Chocolate, Joanne Harris regressa à pitoresca vila francesa num romance sobre a força do passado, o poder da memória e a aceitação das marcas que a vida deixa em nós.
Notas sobre a autora:
Joanne Harris nasceu no Yorkshire, de mãe francesa e pai inglês. Estudou Línguas Modernas e Medievais em Cambridge e foi professora durante quinze anos, mas a escrita é a sua verdadeira paixão. Do romance tradicional ao de fantasia, dos livros de culinária a argumentos para séries de TV ou teatro, Joanne Harris está feliz desde que esteja a escrever. A sua obra está atualmente publicada em quarenta países e foi galardoada com inúmeros prémios literários internacionais. Todos os seus livros integram o catálogo da ASA. Joanne Harris vive com o marido, Kevin, num pequeno bosque a cerca de vinte quilómetros do sítio onde nasceu.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

POLVO À MODA DO PICO

Polvo é um daqueles ingredientes versáteis, é quase como o bacalhau, que dá para cozinhar de muitas maneiras; e é iguaria muito apreciada cá por casa.
Descobri esta receita na revista Bimby de Outubro de 2011 e realmente é tão fácil de fazer, e o resultado final é tão saboroso, que toda a gente deveria experimentar...

250gr de cebola
2 dentes de alho
50gr de azeite
150gr de tomate pelado
1,500kg de polvo descongelado cortado em pedaços
100gr de vinho tinto

Coloque no copo da Bimby a cebola, o alho e o azeite e pique 5 segundos, velocidade 5.
De seguida refogue 5 minutos, Varoma, velocidade 1.
Adicione o tomate e o polvo e programe 30 minutos, Varoma, velocidade colher inversa, retirando o copo medida e colocando o cesto sobre a tampa.
Adicione o vinho tinto e programe mais 30 minutos, Varoma, velocidade colher inversa, mantendo o cesto sobre o copo.
Sirva polvilhado com salsa ou coentros picados.

terça-feira, 16 de julho de 2019

"UMA AMIZADE"

Os livros de Danielle Steel parecem sempre "mais do mesmo", mas nunca deixam de ser uma leitura agradável.
Este livro aborda temas polémicos e actuais, como a vida dos sem-abrigo, os abusos infantis, o poder da Igreja sobre as pessoas e a dor da perda dos ente queridos.
Tudo envolto numa aura de ternura e verdadeira amizade, em que os bons sentimentos prevalecem no final...

Três anos após a morte do marido e do filho, Ginny Carter regressa de uma longa missão humanitária em África. No momento em que Ginny considera o suicídio do alto de uma ponte de Nova Iorque, sente-se observada por uma rapaz, com uns olhos tão azuis que a deixam perturbada.
Blue Williams é um rapaz de treze anos, sem-abrigo, esfomeado e hirto de frio. Ginny oferece-lhe uma refeição quente e instala-o na sua casa.
Parte para outra missão, e quando regressa, Blue desaparecera. Desconfiado de tudo e de todos, Blue foge várias vezes. Mas vai regressando sempre.
E a cada regresso, a amizade dos dois cresce. Quando finalmente Blue começa a ganhar a sua confiança, Ginny descobre um grande segredo que ele lhe escondera. Será demasiado grave? Ou terá ela forças para lutar e recuperar a família que tinham construído?
Notas sobre a autora:
Danielle Steel nasceu em Nova Iorque em 1949. Passou parte da sua infância em França, e, regressada aos Estados Unidos, estudou Literatura Francesa e Italiana na Universidade de Nova Iorque. Tem sido aclamada como uma das autoras mais populares a nível mundial, traduzida em 28 línguas e publicada em 47 países, com mais de 590 milhões de livros vendidos.
Os seus bestsellers internacionais incluem Mistérios do SulAssuntos do CoraçãoUm Dia de Cada VezGrande Mulher, entre outros títulos.