Sugestões para oferecer ou para ler...


terça-feira, 19 de setembro de 2017

FRANGO AROMÁTICO

Estamos a dois dias do início do Outono e o tempo já começa a arrefecer, o que faz com comece a apetecer comidas de forno mais condimentadas e apuradas, para alegrar as nossas mesas.
Num dos folhetos da rede de supermercados Aldi encontrei esta receita que é mesmo ao meu gosto: fácil de fazer, com bastantes legumes e que se enquadra perfeitamente no conceito de alimentação Paleo.
Querem experimentar?
500gr de pernas de frango
Sumo de 1 limão
1 colher de sobremesa de raspa de limão
2 dentes de alho picados
2 cebolas picadas
2 beringelas cortadas em rodelas finas
4 tomates cortados em rodelas
3 colheres de sopa de azeite
6 colheres de sopa de vinho branco
Oregãos, sal e pimentão doce a gosto

Disponha num tabuleiro para forno a beringela, o tomate, a cebola e o alho, cobrindo o fundo do tabuleiro.
Coloque por cima as pernas de frango e tempere com sal, sumo e raspa de limão, oregãos, pimentão doce e azeite.
Asse até o frango começar a dourar, regue com o vinho branco e deixe acabar de assar.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

MANTEIGA DE AMÊNDOA

Para aqueles dias em que nos apetece uma "gordice" e preparamos umas panquecas ou umas waffles, nada melhor do ter à mão um frasco de manteiga de amêndoa para guarnecer as nossas iguarias.
Não sei se já se deram conta que normalmente a manteiga de amêndoa que vemos à venda tem um preço nada acessível... se conseguirmos comprar miolo de amêndoa a bom preço (normalmente compro nas feiras ou nos mercados) e tivermos em casa um robot de cozinha ou processador de alimentos, rapidamente se consegue fazer esta delícia em casa, a um preço muito mais económico e tendo a certeza que estamos a consumir algo verdadeiramente saudável...
500gr de miolo de amêndoa (podem usar com pele ou sem pele - eu prefiro com pele)
2 colheres de sopa de óleo de coco

Colocar o miolo de amêndoa espalhado no tabuleiro do forno, sem as sobrepor, e levar ao forno quente, a torrar, por cerca de 10 minutos.
Colocar o miolo de amêndoa no copo da Bimby e triturar alguns segundos na velocidade 6.
Ir parando de vez em quando para baixar a mistura com a ajuda da espátula, e entre as paragens juntar o óleo de coco.
Continuar a triturar na velocidade 6 até obter uma consistência homogénea.
Colocar num frasco hermeticamente fechado. A manteiga tem tendência a solidificar um pouco depois de fria.
Manter em local seco ou, se preferirem, no frigorífico.
Usar para barrar panquecas, waffles, crepes, em sobremesas, etc...

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

"QUEM AMA ACREDITA"

Mais um livro bem ao jeito de Nicholas Sparks, uma leitura leve e fácil, tendo como pano de fundo a vida numa pequena localidade, supostamente "assombrada" por fenómenos sobrenaturais e a reticência e desconfiança de um jornalista, que não acreditando em nada dessas coisas, se vê a braços com a investigação do fenómeno e que, ao mesmo tempo que investiga, toma conhecimento com várias das pessoas da localidade.
Entre os habitantes que conhece há uma pessoa que vai, literalmente, mudar a sua vida, bem como a maneira como encara certas coisas.
No fundo uma história bonita sobre o amor e sobre o facto de quando se está apaixonado se conseguir ver o mundo sob outro ângulo...
Jeremy Marsh vive em Manhattan, onde a sua reputação como jornalista científico é irrepreensível. Cético por natureza, deleita-se a desmascarar falsos médiuns, cultos religiosos fraudulentos e terapias duvidosas. No dia em que chega a Boone Creek, uma pequena e pitoresca cidade na Carolina do Norte, Jeremy está seguro de que o mistério das fantasmagóricas luzes no cemitério local tem uma explicação racional.
Lexie Darnell adora Boone Creek, onde trabalha como bibliotecária. Disposta a dar a conhecer a magia da cidade, ela acompanha Jeremy nas suas investigações. Lexie e Jeremy não podiam ser mais diferentes e, contudo, os sentimentos que os unem são intensos e verdadeiros.
Jeremy sabe que a sua estadia em Boone Creek tem um prazo, findo o qual regressará à sua amada Nova Iorque. Por seu lado, Lexie sente que nunca será feliz numa cidade grande. O futuro da relação é impossível. A não ser que a realidade prove não ser tão racional assim…
Notas sobre o autor:
Nicholas Sparks nasceu em 1965 em Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi durante algum tempo delegado de informação médica até que Theresa Park, agente literária, decidiu começar a representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance O Diário da Nossa Paixão (The Notebook) à Warner Books. O sucesso foi imediato e a obra permaneceu durante 56 semanas consecutivas nos tops americanos. Seguiram-se livros como As Palavras que Nunca te Direi (Message in a Bottle) e Um Momento Inesquecível (A Walk to Remember), Corações em Silêncio (The Rescue) também eles sucessos editoriais de grandes proporções, tendo o primeiro sido adaptado para versão cinematográfica pelo próprio autor. Considerado o golden boy da ficção comercial americana é um autor consagrado internacionalmente pelo público.

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

TOSTA PALEO

Quando se começa a seguir o estilo de alimentação Paleo uma das primeiras perguntas que praticamente toda a gente faz é: "Se não posso comer a torrada do costume de manhã, o que devo comer ao pequeno-almoço?"... eu mesma fiz esta pergunta várias vezes!!!
É certo que com o passar do tempo deixamos de pensar no pão e nem achamos a sua falta (pelo menos comigo foi assim), mas quando bater aquela saudade da tosta mista, pode sempre preparar-se em menos de 5 minutos um pão rápido, que depois de tostado fica delicioso...
Inspirei-me nesta receita, mas adaptei os ingredientes com o que tinha à mão e, ao invés de preparar o pão na frigideira, foi directo à tostadeira.
2 ovos
2 colheres de sopa rasas de polvilho doce
1 colher de sopa de quark
1 colher de sopa de iogurte grego
1 colher de café de fermento em pó
sal e oregãos q.b.

Numa taça misturar todos os ingredientes até obter uma mistura homogénea.
Passar uma tupperware por água (uso uma quadrada mas podem usar qualquer outra à escolha), deitar a massa, e levar ao microondas por 3 minutos (ajustar o tempo à potência do microondas de cada um).
Retirar, abrir, rechear a gosto (a minha foi recheada com queijo Gouda e paio do lombo) e levar à tostadeira quente, até tostar a gosto e o queijo derreter.
Quem disse que Paleo não pode comer tosta mista???

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

"A MULHER DO CAMAROTE 10"

Pontuação máxima para este livro que é realmente muitoooooooooooo bom!!!
Já tinha ficado fã desta autora com o seu anterior livro "Numa Floresta Muito Escura" mas este conseguiu ultrapassar todas as expectativas. Estamos perante uma Agatha Christie dos tempos modernos...
A história é envolvente e arrepiante, passada a bordo de um pequeno navio de cruzeiro... os pormenores são tão bem descritos, bem como as emoções da personagem principal - a jornalista Lo - que confesso que houve alturas em que me senti claustrofóbica por estar fechada num camarote com tanta água ao meu redor.
O final é surpreendente, garanto que quem ler o livro vai ter uma surpresa, pois não é nada do que poderíamos imaginar.
Espero que haja mais lançamentos da autora em breve...

Emocionante e compulsivo, este romance evoca o ambiente clássico dos policiais de Agatha Christie: um ritmo que aumenta gradualmente de tensão, a sensação de perigo iminente e um conjunto de suspeitos reunidos num único lugar.
A jornalista Lo Blacklock recebe um convite irrecusável: acompanhar a primeria viagem do cruzeiro de luxo Aurora Borealis. O serviço é exclusivo e a bordo estão vários empresários e pessoas influentes da sociedade. No entanto, a viagem ganha outros contornos para a jornalista. Certa noite, testemunha aquilo que acredita ser um crime no camarote ao lado do seu.
Desesperada, denuncia o ocorrido ao responsável pela embarcação. Ninguém acredita na sua versão, pois todos os passageiros continuam no navio. Blacklock decide investigar o crime por conta própria. Colocando a carreira e a própria vida em risco, ela não vai descansar enquanto não encontrar resposta para o mistério do camarote 10.
Notas sobre a autora:
Ruth Ware cresceu em Lewes, em East Sussex. Depois de se formar pela Universidade de Manchester mudou-se para Paris, antes de se estabelecer no norte de Londres. Casada, com dois filhos pequenos, trabalhou como empregada de mesa, livreira, como professora de Inglês de língua estrangeira e assessora de imprensa. O seu thriller de estreia, Numa Floresta Muito Escura, foi um bestseller do Sunday Times e do New York Times Top Vinte.

terça-feira, 5 de setembro de 2017

BROAS DE BATATA DOCE E CANELA

Cada vez que visito na net os meus blogs favoritos saio de lá "carregada" de receitas, que mais cedo ou mais tarde saem do papel para a bancada da minha cozinha.
Confesso que nunca fui grande apreciadora de batata doce, mas desde que optei pelo estilo de alimentação Paleo reeduquei o paladar e comecei a gostar de muitas coisas que antes achava que não gostava.
Esta receita do blog Malta das Cavernas Mas em Chique é uma delícia... fácil de confeccionar e rapidamente temos um lanche fantástico ou, se preferirem (foi o que eu fiz), podem congelar as broas depois de confeccionadas, para terem sempre à mão um petisco saudável.
150gr de batata doce cozida
75gr de coco ralado (triturado finamente)
1 ovo tamanho L
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de mel
Canela a gosto

Triturar a batata doce e juntar o azeite, o mel e a canela.
Bater o ovo com um garfo e juntar mais de metade à massa de batata doce (o restante será guardado para pincelar as broas). Misturar tudo muito bem com uma colher e no final juntar o coco, amassando de seguida com as mãos para que fique tudo bem envolvido.
Formar as broas (com as mãos ou usando duas colheres de sopa) e colocá-las num tabuleiro forrado com papel vegetal.Pincelar com o restante ovo batido reservado e polvilhar com um pouco de canela.
Levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante cerca de 40 minutos. As broas parecem moles, mas ganham mais consistência depois de frias.
Retirar, deixar arrefecer e servir de seguida ou congelar.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

"AVE DE MAU AGOIRO"

Excelente policial de Camilla Läckberg.. confesso que fiquei fã desta autora.
Parte da trama gira em volta de um "reality show" e com a morte súbita de uma das concorrentes, colocando toda a gente sob suspeita.
A outra parte da história gira em torno de estranhos casos que, aparentemente parecem acidentes de viação, mas que mais tarde percebe-se que afinal escondem pormenores assustadores.
A partir de certa altura foi fácil perceber quem seria o culpado das mortes, mas as voltas que a trama dá até lá chegarmos e as motivações que levaram aos crimes, são realmente fascinantes.
Uma história fantástica para quem goste de um bom policial.

Um trágico acidente de viação. Uma vítima mortal.
Patrick Hedström é chamado ao local do acidente para tomar conta da ocorrência enquanto os habitantes de Tanumshede se concentram num evento sem precedentes na pequena localidade: é ali que vão decorrer as filmagens de um Reality Show televisivo que já fez sucesso noutras pequenas cidades da Suécia. Uma oportunidade única para promover a região.
Ao mesmo tempo que Patrick Hedström tenta resolver o enigma que resultou do acidente de viação, as câmaras captam cada movimento dos participantes do programa televisivo, jovens problemáticos e irreverentes cuja convivência se torna mais difícil a cada momento, aproximando-se rapidamente do ponto de ruptura. Quando uma festa termina com a morte de um dos concorrentes que se tornou particularmente impopular, os colegas e a equipa de produção passam a ser os suspeitos óbvios. Haverá um assassino entre eles?
 

Notas sobre a autora:
Nascida em 1974, Camilla Läckberg licenciou-se na Universidade de Economia de Gotemburgo antes de se mudar para Estocolmo, onde foi economista durante alguns anos. Contudo, um curso sobre escrita criativa de livros policiais despoletou uma mudança drástica de carreira. Foi considerada a escritora sueca do ano em 2004 e 2005, e os seus quatro primeiros livros atingiram o primeiro lugar no top de vendas da Suécia. Actualmente, a autora vive com os dois filhos em Estocolmo.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

ABACATE RECHEADO

Aqui está uma receita do mais simples e rápido que pode haver... para aqueles dias em que ligamos o forno para fazer um cozinhado, aproveitamos a energia e com rapidez preparamos um prato delicioso, que pode ser servido como entrada ou como prato principal, acompanhado de uma boa e nutritiva salada.
Pode ser servido quente ou frio, pode ser levado na marmita para o trabalho... enfim.. deixem a vossa imaginação trabalhar.
A ideia foi tirada de uma das muitas receitas que circulam pela net, sendo que o recheio do abacate pode ficar ao gosto de cada um!!
1 abacate grande
2 ovos pequenos
Bacon e queijo ralado q.b.
Sal e pimenta q.b.

Cortar o abacate ao meio e com cuidado retirar o caroço. Escavar um pouco o interior para arranjar uma "cama" para o ovo. Colocar as duas metades do abacate num tabuleiro.
No sítio do caroço abrir um ovo com cuidado.
Por cima do ovo deitar alguns pedacinhos de bacon e polvilhar com um pouco de queijo ralado.
Temperar com sal e pimenta (tendo em atenção que o bacon já é salgado) e levar ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 30 minutos.
Servir com acompanhamento a gosto.