Sugestões para oferecer ou para ler...


quarta-feira, 1 de julho de 2015

"HERDEIROS DO ÓDIO"

Este livro é o primeiro de uma saga que li há mais de 20 anos.. como o tempo passa. Curiosamente pensei que tinha a saga completa, mas afinal faltava-me este primeiro volume, que uma amiga minha teve a gentileza de descobrir num alfarrabista e me oferecer.
O que dizer do livro?? Que grande camada de nervos!!!
Há personagens tão doces e personagens tão odiosas que por vezes me sentia como um barco em alto mar, as emoções andavam aos solavancos e tive momentos de verdadeira raiva e angústia.
Esta deve ser uma das melhores escritoras de sempre... vou tirar o resto da saga da estante, porque agora sei que não vou conseguir parar a história por aqui.

No sótão estão escondidos quatro segredos… que lutam pela sobrevivência
Os quatro filhos da família Dollanganger levavam vidas perfeitas - uma bela mãe, um pai amoroso e dedicado, uma linda casa. De repente, o pai morre num acidente de viação e a mãe fica endividada e não possui qualificações para ganhar a vida e sustentar a família. Assim, decide escrever aos pais - os seus pais milionários, dos quais as crianças nunca tinham ouvido falar. A mãe fala-lhes dos avós ricos, de como Chris, Cathy e os gémeos irão levar vidas de príncipes e princesas na luxuosa mansão dos avós. As crianças deleitam-se com as perspectivas da nova vida, até descobrirem que existem algumas coisas que a mãe nunca lhes contou. Nunca lhes contou que eram consideradas pelos avós «filhos do demónio» e que nunca deviam ter nascido. Não lhes conta que é obrigada a ocultá-las do avô porque deseja herdar a fortuna dele. Não lhes conta que devem permanecer trancadas numa ala isolada da casa, tendo apenas o sótão escuro e abafado onde brincar. Prometeu-lhes, porém, que seriam apenas alguns dias... Contudo, os dias transformaram-se em meses, os meses em anos. Desesperadamente isolados, aterrorizados pela avó, Chris e Cathy tornam- se tudo um para o outro e para os gémeos. Agarram-se ao amor mútuo como última esperança, única força sólida - uma força quase mais poderosa que a morte. Herdeiros do Ódio é um romance de terror, traição e salvação através do amor.
Notas sobre a autora:
V.C. Andrews, Cleo Virginia Andrews, (06/06/1923-19/12/1986) era pintora profissional até se dedicar à escrita a tempo inteiro.
Os seus romances combinam horror gótico e saga familiar, girando em torno de segredos de família e amor proibido (envolvendo frequentemente temas de incesto consensual, na maioria das vezes entre irmãos. 
O mais conhecido é Herdeiros do Ódio (1979), que celebra agora o seu 35º aniversário. Os livros de V. C. Andrews venderam mais de 105 milhões de exemplares em 22 línguas.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

"SEGREDOS DE FAMÍLIA"

Se me pedissem para descrever este livro numa só palavra escolheria "triste".
O livro está carregado de tristeza e amargura, faz-nos ficar com o coração apertado e a pensar como é possível que hajam segredos guardados durante tantos anos, com a justificação de não os contar para poupar o sofrimento às pessoas que se ama.
A história é interessante, embora por vezes bastante depressiva... acho que a morte de uma das personagens deveria ter sido evitada, para dar mais ênfase ao desenrolar e rematar da história.
Se são pessoas que se emocionam facilmente não vos aconselho esta leitura.

De leitura cativante e profundamente comovente, Segredos de Família é uma história brilhante sobre vidas paralelas e o poder redentor do amor.
A história deste romance notável começa numa noite de Inverno de 1964, quando uma tempestade de neve obriga o Dr. David Henry a fazer o parto dos seus filhos gémeos. O filho, o primogénito, é perfeitamente saudável, mas David apercebe- -se de imediato de que a filha é portadora de síndrome de Down. Convencido de que está a fazer o que está correcto, David toma uma decisão precipitada que irá ensombrar as suas vidas para sempre. Pede a Caroline, a enfermeira, que leve a bebé para uma instituição, mas ela acaba por fugir para outra cidade, onde irá criar a bebé como sua própria filha.
Notas sobre a autora:
Kim Edwards escreveu a colectânea de contos The Secrets of the Fire King, finalista do PEN/Hemingway Award de 1998, e foi galardoada com o Whiting Award e o Nelson Algren Award. É professora assistente de Inglês na Universidade de Kentucky.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

CRACKERS DE CHIA

Esta é uma daquelas receitas que depois que foi descoberta tornou-se presença assídua cá em casa. Encontrei a receita no blog Nem acredito que é saudável e ficamos todos fãs... estas crackers são deliciosas para petiscar a qualquer altura do dia, óptimas para o pré-treino, ideais para quando a fome aperta, apreciadas por miúdos e graúdos. Até a minha mãe ficou rendida, de tal forma que agora faço sempre dois tabuleiros, um para mim e outro para ela.
Sempre que tiverem que ligar o forno para cozinhar alguma coisa aproveitem e façam este petisco, vão ver que vale mesmo a pena!!!
1/2 chávena de chá de sementes variadas (abóbora, sésamo, girassol, etc)
1/4 de chávena de chá de sementes de chia
2 colheres de sopa de sementes de linhaça
1/4 de chávena de chá de flocos de aveia
1/4 de chávena de chá de farinha integral
sal q.b.
1 chávena de chá de água
2 colheres de sopa de azeite

Aqueça o forno a 150º. Numa tigela misture todos os ingredientes secos. À parte misture a água com o azeite e combine com a mistura seca. Mexa bem. (aqui costumo aromatizar com um bocadinho de canela, cardamomo, anis ou outras especiarias a gosto)
Deixe repousar 30 minutos para que as sementes de chia absorvam a água e a mistura fique mais consistente.
Coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal e achate-a com um rolo da massa até ficar mais ou menos com 3mm de espessura. Retire a folha de cima de papel vegetal e coloque no tabuleiro, mantendo a folha de papel vegetal que está em baixo.
Leve ao forno cerca de 30 minutos, até estar dourado nas pontas.
Retire, deixe arrefecer e parta em pedaços, guardando de seguida num recipiente fechado.

terça-feira, 16 de junho de 2015

BOLO DE CENOURA LIGHT

A minha filha aos poucos vai tomando o gosto pela cozinha, especialmente pelas sobremesas e bolos, e de vez em quando ao chegar a casa do trabalho tenho à minha espera algo doce para o lanche.
Foi o caso deste bolo de cenoura light, receita que ela tirou da net (não faço ideia qual a fonte), acrescentou alguns ingredientes a gosto, ajustou a quantidade de outros e resultou um bolo leve e delicioso, ideal para os lanches ao final da tarde.
3 ovos
1,5 colher de sopa de adoçante para culinária
1,5 colher de sopa de açucar amarelo
1 chávena de chá de leite magro morno
3/4 chávena de chá de óleo
3 chávenas de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
1,5 chávena de cenoura crua ralada
sementes de papoila e canela em pó q.b.

Bater no liquidificador os ovos, o adoçante e o açucar amarelo. Acrescentar a cenoura, o óleo, o leite, a canela, as sementes de papoila e o fermento em pó e bater bem. Retirar a massa e colocar numa tigela.
Juntar a farinha aos poucos, misturando delicadamente até obter uma mistura homogénea.
Untar e enfarinhar um forma, deitar a massa e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 30 minutos (faça o teste do palito).
Deixar arrefecer, desenformar e decorar a gosto.


sábado, 13 de junho de 2015

"SEITA MALDITA"

Uma vez mais Tess Gerritsen conseguiu prender-me com mais um livro surpreendente. As personagens Rizzoli e Isles são como se já fossem da família. Gosto tanto delas que ando numa correria desenfreada atrás das duas por todo o livro. Uma vez mais a história é fantástica e o final é surpreendente.
Sabem aquele tipo de livros que querem deixar de ler e não conseguem, que são capazes de vos agarrar até altas horas da noite? Sabem???
Pois.. este é um desses livros, não deixem de ler.

Após ter assistido a uma conferência médica no Wyoming, a Dr.ª Maura Isles decide, num impulso, aceitar o convite de um antigo colega da faculdade com quem se cruza na conferência: acompanhá-lo numa viagem a uma estância de esqui que este vai fazer com a filha e um casal de amigos. A meio do caminho, o jipe onde seguem avaria num local remoto e o grupo vai parar a uma aldeia chamada Kingdom Come, habitada por membros de uma estranha seita liderada por um carismático profeta chamado Jeremiah Goode. No entanto, depressa se apercebem de que algo de muito estranho aconteceu: as casas estão completamente desertas, com os carros nas garagens e as refeições intocadas em cima das mesas, como se residentes tivessem sido obrigados a partir à pressa…
Alguns dias depois, a detetive Jane Rizzoli recebe uma notícia devastadora: o cadáver de Maura foi encontrado no meio dos destroços de um jipe que se despistou e incendiou. Inconformada com a perda da amiga, Jane está determinada em saber o que aconteceu realmente — e a verdade é mais aterradora do que alguém poderia imaginar.
Notas sobre a autora:
De ascendência chinesa, Tess Gerritsen cresceu nos EUA e formou-se em Medicina na Universidade da Califórnia. Após o nascimento dos filhos, começou a escrever ficção, e em 1987 publicou o seu primeiro romance. Em 1996 publicou o seu primeiro thriller médico, Harvest, a que se seguiu este O Cirurgião e O Aprendiz, entre outros, protagonizados pela detective Jane Rizzoli. Com o sucesso alcançado, a autora desistiu da carreira em Medicina e dedicou-se à escrita a tempo inteiro. A sua obra está traduzida em mais de 30 línguas e já vendeu mais de 20 milhões de exemplares em todo o mundo.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

"ALEGRIA PURA"

Um livro diferente dos que estou habituada a ler de Danielle Steel, pois este é o relato fiel e verdadeiro da sua experiência de vida com os seus amigos de quatro patas.
Quem gosta de cães como eu vai gostar de ler este livro e de ficar a conhecer as travessuras que os muitos cães que a autora teve lhe faziam, os momentos divertidos que lhe proporcionaram, a tristeza de cada vez que um dos cães chegava ao fim da sua existência, etc.
Quem não gosta de cães ou de animais de estimação nem vale a pena ler o livro... esta história é mesmo para quem gosta de animais.

Escritora de sucesso e mãe de nove filhos, Danielle Steel surpreende com este livro, afinal uma sentida carta de amor. E Minnie Mouse, a pequena chihuahua com que a escritora se cruzou, e que passou a ser a sua companheira de vida e de viagem – é a destinatária. Num registo de memórias e afetos, a autora partilha momentos de ternura, mas também as atribulações e obstáculos a que sobreviveu graças, em parte, à lealdade da sua cadela. Através de Minnie Mouse, que iluminava todos aqueles com quem se cruzava, Danielle Steel revela a importância e a magia que um animal pode trazer a uma família – para lá do sucesso e da fortuna.
Notas sobre a autora:
Danielle Steel nasceu em Nova Iorque em 1949. Passou parte da sua infância em França, e, regressada aos Estados Unidos, estudou Literatura Francesa e Italiana na Universidade de Nova Iorque. Tem sido aclamada como uma das autoras mais populares a nível mundial, traduzida em 28 línguas e publicada em 47 países, com mais de 590 milhões de livros vendidos.
Os seus bestsellers internacionais incluem Mistérios do SulAssuntos do CoraçãoUm Dia de Cada VezGrande Mulher, entre outros títulos.

terça-feira, 9 de junho de 2015

QUICHE DE COGUMELOS FRESCOS, SALMÃO E ESPARGOS

De vez em quando aparecem nos supermercados Lidl molhos de espargos verdes em promoção, a um preço tão apetecível, que ultimamente tenho matado as saudades de espargos e comecei a andar em busca de novas receitas para usá-los.
Encontrei esta receita no blog Saudável como um pêro - uma quiche sem massa, que se torna muito mais leve e dietética e é um excelente petisco para levar para um pic-nic ou para a praia.
1 cebola
2 dentes de alho
1 mão cheia de coentros
8 cogumelos frescos
1/2 molho de espargos verdes
100gr de salmão fumado
5 ovos
sal, pimenta, alho em pó e azeite q.b.

Pré-aquecer o forno a 180º.
Cortar a cebola às meias-luas, picar os dentes de alho e os coentros. Lavar, arranjar e fatiar os cogumelos frescos e os espargos verdes.
Saltear a cebola, os alhos e os coentros em azeite, até a cebola estar translúcida. Juntar os cogumelos e os espargos e deixar cozinhar.
No final juntar o salmão fumado desfiado e envolver bem para misturar os sabores. Temperar a gosto.
À parte bater os ovos. Dispor o preparado numa forma redonda de silicone e colocar os ovos batidos por cima. Levar ao forno cerca de 25 minutos até estar cozinhado.

segunda-feira, 8 de junho de 2015

"O APÓSTOLO"

Um livro que não me despertou grande interesse, achei a escrita um pouco confusa.
Aborda o velho e gasto tema da guerra entre talibãs e americanos, com um rapto pelo meio, muita violência, tiros, traições, lágrimas, etc.
Acho que o livro transformado em filme seria um sucesso, mas a mim confesso que não me cativou.

Scot Harvath é um homem com uma missão: resgatar a filha de uma assessora do presidente dos Estados Unidos. Com relutância, viaja para um Afeganistão dilacerado pela guerra, na tentativa de conseguir recuperar a refém. Numa das regiões mais conflituosas do mundo, Brad Thor, ex-membro do Departamento de Segurança Interna, transporta-nos com a mestria da sua escrita numa viagem intensa e envolvente onde se revela o quotidiano dos talibãs e as suas tradições em confronto com um mundo ocidental, também ele marcado por contradições e particularidades. Um thriller empolgante do princípio ao fim.
Notas sobre o autor:
Brad Thor é formado pela Universidade da Califórnia do Sul, trabalhou no Departamento de Análise de Segurança Interna e é autor dos seguintes bestsellers do New York Times: The Lions of Lucerne, Path of the Assassin, State of the Union, Blowback, Takedown, O Primeiro Mandamento e O Último Patriota. É o fundador da Thor Entertainment, uma empresa premiada e que exporta conteúdos para todo o mundo. Todos os seus livros são best-sellers do New York Times.