Sugestões para oferecer ou para ler...


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

"OS HOMENS QUE ODEIAM AS MULHERES"

Há cerca de 2 anos que tenho esta trilogia na estante e ainda não tinha tido oportunidade de lhe deitar a mão... imperdoável.
Um livro escrito a bom ritmo, com personagens fantásticas... é impossível não sentirmos empatia por Lisbeth que, na minha modesta opinião, é a "estrela" do livro.
A história tem um desenrolar muito interessante e gostei da resolução do desaparecimento de Harriet Vanger e todas as "tribulações" que se atravessam no caminho do jornalista Mikael.
Mas confesso que Lisbeth ficou-me no coração e com vontade de "conviver" mais de perto com ela, pelo que não deve demorar muito a agarrar no 2º volume desta série.

O jornalista de economia Mikael Blomkvist precisa de uma pausa. Acabou de ser julgado por difamação ao financeiro Hans-Erik Wennerstrom e condenado a três meses de prisão. Decide afastar-se temporariamente das suas funções na revista Millennium. Na mesma altura, é encarregado de uma missão invulgar. Henrik Vanger, em tempos um dos mais importantes industriais da Suécia, quer que Mikael Blomkvist escreva a história da família Vanger. Mas é óbvio que a história da família é apenas uma capa para a verdadeira missão de Blomkvist: descobrir o que aconteceu à sobrinha-neta de Vanger, que desapareceu sem deixar rasto há quase quarenta anos. Algo que Henrik Vanger nunca pôde esquecer. Blomkvist aceita a missão com relutância e recorre à ajuda da jovem Lisbeth Salander. Uma rapariga complicada, com tatuagens e piercings, mas também uma hacker de excepção. Juntos, Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander mergulham no passado profundo da família Vanger e encontram uma história mais sombria e sangrenta do que jamais poderiam imaginar.

Notas sobre o autor:
Stieg Larsson (1954-2004) foi jornalista e editor responsável da revista Expo. Foi um dos maiores peritos mundiais no estudo de movimentos antidemocráticos, de extrema-direita e nazis. Morreu subitamente, pouco tempo depois de entregar à sua editora sueca os três volumes da trilogia Millennium. Tragicamente, não viveu para assistir ao fenómeno mundial em que a sua obra se transformou.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

CHEESECAKE DE MORANGO

Aqui está uma sobremesa que nunca tinha feito em casa, mas que é tão simples de confeccionar (ainda para mais se recorrermos à ajuda dos robots de cozinha) e fica tão deliciosa, que já foi eleita pela minha filha como a sua sobremesa favorita. 
A receita veio do blog da DonaBimby e é do mais simples que se pode imaginar... experimentem e verão como tenho razão!
Para a base:
80gr de manteiga à temperatura ambiente
1 pacote de bolacha Maria
Para o recheio:
250gr de água
1 pacote de gelatina de morango
400gr de quejo Philadelphia
200gr de natas
40gr de açucar
Para a cobertura:
Doce de morango ou de frutos vermelhos

Colocar as bolachas no copo da Mycook e programar 7 segundos, velocidade 10. Acrescentar a manteiga e programar 8 segundos, velocidade 6. Numa forma de aro amovível colocar esta mistura e calcar bem com uma colher, paa que a camada fique uniforme e plana. Levar ao congelador enquanto prepara o recheio.
No copo da Mycook colocar a água e programar 5 minutos, 100, velocidade 2.
Terminado o tempo deitar no copo pela seguinte ordem: o pacote de gelatina, o queijo Philpadelphia, as natas e o açucar, e programar 20 segundos, velocidade 6.
Retire a forma do congelador e deite esta mistura por cima. Levar ao frigorífico pelo menos 3 ou 4 horas (fica melhor se for feito de um dia para o outro).
Na altura de servir, retirar o aro e deitar por cima a compota de morango.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

SHOP SUEY DE PORCO

Se há pessoas a quem a cozinha oriental faz confusão por causa da sua variedade de sabores, a mim fascina-me, especialmente pelo toque agridoce que coloca nas suas refeições.
Por isso fiquei completamente rendida a esta receita super simples da revista "Teleculinária Robot de Cozinha" deste mês.
De vez em quando sabe bem um prato de cozinha internacional!
500gr de bifanas de porco
1 lata pequena de rebentos de soja
2 cenouras
2 cebolas
2 dentes de alho
40gr de óleo vegetal
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de sopa de farinha
2 colheres de chá de açucar amarelo
1 cubo de caldo de carne
400gr de água
sementes de sésamo, sal e piri-piri q.b.

Arranje as bifanas, corte-as em tiras e tempere-as com o molho de soja, sal e piri-piri. Descasque e lave as cenouras e corte-as em tiras finas ou rale-as na parte grossa do ralador. Descasque a cebola e os dentes de alho e corte a cebola em quartos.
Deite a cebola e os alhos no copo da Mycook e ligue 5 segundos na velocidade 5. Passe a espátula, junte o óleo e o caldo de carne e programe 5 minutos, 100º, velocidade 2. Adicione depois as tiras de carne, a cenoura, os rebentos de soja, o açucar amarelo, a farinha e a água, tempere com sal e um pouco mais de piri-piri, envolva com a espátula e programe 20 minutos, 120º, velocidade 2.
Rectifique os temperos e sirva decorado a gosto e polvilhado com sementes de sésamo. Acompanhe com arroz branco, arroz chau-chau ou massa chinesa.

sábado, 17 de janeiro de 2015

"AMIGOS PARA SEMPRE"

Danielle Steel é sempre uma autora fácil de ler, para quem gosta do género, e este livro não foi excepção.
A história relata os laços de amizade entre 3 rapazes e 2 raparigas, que se conhecem desde a pré-primária (aliás, é nesse ponto que a história tem início), a sua passagem pela adolescência e a sua entrada na vida adulta, com todos os precalços e surpresas que este percurso lhes traz, mas mantendo sempre a ligação forte entre todos eles.
Houve uma diferença neste livro da autora que não é muito comum nas suas outras obras, que foi a morte de vários personagens, o que serviu para dar mais enfâse ao sentimento "amizade", sendo que talvez seja esta palavra que melhor pode descrever este livro.

Gabby, Billy, Izzie, Andy e Sean – cada um com a sua personalidade, com as suas diferenças e talentos. Na exclusiva Atwood School, num belo dia de setembro, ao entrarem para o Jardim de Infância, formam um grupo inseparável conhecido como os Cinco Grandes. Nesse mundo refinado, cinco famílias aproximam-se e cinco crianças desenvolvem-se, sem notar as tempestades que se vão criando em seu redor. Quando passam de meninos a adolescentes, as suas vidas, aparentemente perfeitas, são fustigadas pelos pais que se separam, por passos infelizes, perdas e vitórias. E, um a um, voltam-se para o grupo dos Cinco Grandes para recuperar a estabilidade. Ao chegarem a universidade, o horizonte não é seguro. À medida que as suas vidas se separam, os desafios e os riscos são maiores, as perdas mais dolorosas e os caminhos mais difíceis de escolher, para assegurarem a amizade, a sobrevivência e o amor.Naquele que pode ser considerado o seu romance emocionalmente mais forte, Danielle Steel conta uma história perturbadora e vitoriosa que cobre décadas, junta enérgico conjunto de personagens e descreve os desafios que enfrentamos na vida, tendo ao nosso lado, se tivermos sorte, um amigo para toda a vida.
Notas sobre a autora:
Danielle Steel nasceu em Nova Iorque em 1949. Passou parte da sua infância em França, e, regressada aos Estados Unidos, estudou Literatura Francesa e Italiana na Universidade de Nova Iorque. Tem sido aclamada como uma das autoras mais populares a nível mundial, traduzida em 28 línguas e publicada em 47 países, com mais de 590 milhões de livros vendidos.
Os seus bestsellers internacionais incluem Mistérios do SulAssuntos do CoraçãoUm Dia de Cada VezGrande Mulher, entre outros títulos.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

TIRAMISU (SEM OVOS)

Mais uma receita de tiramisu, que foi feita para uma festa de Natal, desta vez usando a variante sem ovos... sinceramente não sei se gosto mais da versão com ou sem ovos... como sou bastante gulosa, acho que as duas versões são deliciosas. 
Esta receita fui buscar ao blog da Donabimby e ficou aprovada, como todas as suas receitas.
1 pacote de palitos La Reine
1 chávena de café forte adoçado
150gr de açucar
1 pacote de queijo mascarpone
1 pacote de queijo Philadelphia
cacau em pó q.b.

Colocar o açucar no copo da Mycook para fazer açucar em pó, pulverizando durante 10 segundos nas velocidades progressivas 6-8-10.
Colocar a borboleta na lâmina e adicionar os queijos. Bater durante 40 segundos na velocidade 4, ou até que fique tudo bem misturado.
Numa forma ou num pirex colocar uma base de palitos previamente molhados no café morno, colocar por cima uma camada do creme de queijo e polvilhar com cacau em pó.
Repetir o mesmo processo: colocar uma camada de palitos molhados em café e finalizar com uma camada de creme,
Polvilhar com cacau em pó e colocar no frio algumas horas antes de servir.

"CREPÚSCULO FATAL"

Um bom livro policial baseado em factos reais - a queda do voo TWA 800 em pleno oceano, provocando a morte de 230 pessoas.
As personagens são bem trabalhadas, donas de personalidades fortes, que dão todo o ênfase ao desenvolvimento da história do livro.
É interessante ver como o autor "misturou" de forma delicada e homogénea provas e acontecimentos reais com a ficção da sua autoria, resultante num livro que apetece ler sem parar.
O final é abrupto e deixa-nos um "amargo de boca" e uma vontade enorme de perguntar "Então, e agora?"... mas mesmo na história real que conhecemos ainda existem muitas perguntas sem resposta.
A oito milhas da costa nova-iorquina, o Voo 800 do Boeing 747 da TWA irrompe numa bola de fogo que atravessa a atmosfera. Perante o olhar de uma câmara acidental, na posse de um casal de amantes, a tragédia fica registada. Acidente involuntário ou ataque criminoso? Cinco anos depois o governo americano conclui que se tratou de uma avaria técnica, em declarações oficiais da CIA. Cépticos em relação ao apurado, John Corey, agente da Unidade Operacional de Combate ao Terrorismo e a sua mulher, do FBI, decidem investigar deparando-se com uma realidade muito mais assustadora. Baseado numa história verídica é um thriller que mantém o leitor em suspense da primeira à última página.
Notas sobre o autor:
Nelson Richard DeMille (23/08/1943) nasceu em Nova Iorque, e cresceu em Long Island, onde actualmente vive com a mulher e dois filhos. Estudou três anos na Hofstra University alistando-se depois no exército americano, onde chegou a primeiro-tenente, tendo sido condecorado com a Air Medal, Bronze Star, e the Vietnamese Cross of Gallantry. Regressou à Universidade de Hofstra nos Estados Unidos obtendo o diploma em ciência política e história e o doutoramento em Letras Humanas. Doutorou-se igualmente em Literatura na Long Island University. Escreve short stories, críticas literárias e artigos para revistas e jornais. Tem publicados 12 livros, sendo O Crepúsculo Fatal, o primeiro a ser editado em Portugal.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

"DOCE VINGANÇA"

A escrita de Jill Mansell é sempre tão divertida que quando pegamos em qualquer livro dela começamos a viver aventuras do mais hilariante que possam imaginar.
Este livro tem personagens fantásticas e exuberantes: adorei a tresloucada Miranda, que deve ser das pessoas mais distraídas à face da Terra, o que faz com que ande sempre enredada em confusões sem saber como sair delas.
Por outro lado temos a doce e equilibrada Chloe, que a braços com uma gravidez não planeada ainda tem o "bónus" de ser abandonada pelo marido.
Aparece-nos ainda Florence, uma senhora com uma certa idade, presa a uma cadeira de rodas graças à artrite, mas com um sentido de humor e força de viver capaz de provocar inveja a qualquer jovem.
Agora misturem a tudo isto um salão de cabeleireiro frequentado por celebridades, um piloto de Formula Um e mais algumas personagens engraçadas e vão ver como tenho razão em afirmar que este livro é uma diversão da primeira à última página.
Leitura leve e divertida para começar bem o ano!!!

Miranda conhece Greg numa festa. Ele é bonito, divertido e descomprometido. Tudo o que uma rapariga precisa para dar emoção à sua vida. Céus, ele é praticamente perfeito! Claro que Greg não lhe contou que acabara de abandonar a mulher grávida…
E quando a jovem socorre um sem abrigo na rua, mal sabe ela que está na verdade a participar numa experiência de televisão com o jornalista Daniel Delancey, que se delicia a transtornar a vida de Miranda.
Um dia, um acaso leva-a ao encontro da mulher de Greg, e assim Miranda conspira a sua vingança e jura não confiar mais nos homens. Mas um encontro fortuito com o piloto de corridas Miles Harper convence-a de que talvez nem todos os homens sejam como Greg…
Notas sobre a autora:
Jill Mansell vive com o seu companheiro e os seus filhos em Bristol e é escritora a tempo inteiro. Bem... isso não é inteiramente verdade: ela vê televisão, gosta de comer fruta, admira os jogadores de rugby que treinam no campo desportivo atrás da sua casa, e passa horas na internet maravilhada com o facto de tantos escritores terem blogues. Com uma vida movimentada, só quando é obrigada a ficar em casa é que de facto escreve. Os seus livros são já bestsellers e já venderam mais de três milhões de cópias.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

FEIJOADA DE POTA

Será que sou apenas eu que acho que este é um dos Invernos mais frios de que há memória? Não sei como está na vossa zona, mas só vos posso dizer que nesta pontinha do Algarve o frio tem-se feito sentir mesmo a sério, o que nos faz ter vontade de servir refeições bem quentinhas e reconfortantes, como é o caso desta feijoada de pota, cuja receita vinha na revista "Teleculinária Robot de Cozinha" do passado mês de Dezembro. Com a ajuda da Mycook nunca foi tão fácil fazer uma feijoada...
Deliciem-se e bom apetite!
700gr de pota
100gr de miolo de camarão
2 latas grandes de feijão branco
1 lata pequena de tomate em cubos
2 cenouras pequenas
1 cebola
2 dentes de alho
40gr de azeite
sal e pimenta q.b.

Descasque a cebola e os dentes de alho, corte a cebola em quartos, deite tudo no copo da Mycook e ligue 5 segundos na velocidade 5. Adicione depois o azeite e programe 5 minutos, 100º, velocidade 2.
Descasque e lave as cenouras, corte-as em rodelas e junte ao copo. Adicione também o tomate, a pota em tiras, o camarão, o molho das latas de feijão e 200gr de água e tempere com sal e pimenta. Encaixe por cima o recipiente de vapor com o feijão escorrido e programe 20 minutos, 120º, velocidade 2.
Rectifique os temperos, coloque o refogado de potas num tacho ou terrina, misture o feijão e sirva de seguida, acompanhado com arroz branco.