Sugestões para oferecer ou para ler...


domingo, 31 de Maio de 2009

SUSPIROS COR DE ROSA - PINK DAY

Mais um dia colorida proposto pela nossa Mary: hoje somos desafiados a "pintar" a blogosfera de cor de rosa. Por esse motivo até coloquei música a condizer e tudo, porque já que Madamme Piaf fala de "La Vie en Rose" nós temos é que concordar com ela...
Esta é uma das cores favoritas da minha filha, por isso andei a magicar no que preparar, pois queria algo que tivesse a ver com ela e que ela gostasse.
E de repente veio-me a ideia: tinha claras no frigorífico e ela adora suspiros... no passado fim de semana preparei a minha participação para o dia rosa.
3 claras
180gr de açucar
1 pitada de sal
1 pacote de gelatina de morango
1 colher de sopa de sumo de limão

Ligar o forno a 150º.
Colocar as claras numa tigela (devem estar bem frescas), acrescentar uma pitada de sal e bater em velocidade média por alguns minutos. Assim que começarem a ficar ligadas deitar o açucar de uma só vez e continuar a bater, agora em velocidade máxima.
Quando as claras já estiverem bem altas e duras juntar o sumo de limão e o pacote de gelatina de morango e bater em velocidade máxima por mais 5 minutos.
Forrar um tabuleiro com papel vegetal, com o saco de pasteleiro moldar suspiros com formato a gosto (eu preferi fazé-los pequenos, por isso renderam muito) e levar ao forno por 15 a 20 minutos.
Retirar do forno, deixar arrefecer um pouco e guardar em lata ou caixa bem fechada.
Ficaram deliciosos... crocantes por fora e ligeiramente cremosos no interior. A minha filha ficou deliciada com os suspiros, por ela o Pink Day podia ser todos os dias.
Cá fica a foto da "provadora oficial" a deliciar-se com o seu suspiro...

sexta-feira, 29 de Maio de 2009

ESCALOPES DE FRANGO COM TOMATE E MOZARELLA

O blog da nossa querida Colher-de-Pau é uma fonte inesgotável de boas ideias e receitas simples e deliciosas. Assim que ela postou estes escalopes fiquei com água na boca pois adoro todos os ingredientes, além de que é um prato muito saudável e "soft" em termos de calorias.
Até que chegou o dia em que tinha tudo em casa para avançar com a receita: tinha os espinafres e o queijo, passei pelo talho e trouxe a carne e ainda por cima tinha uma frigideira novinha em folha para usar. Resolvi estreá-la com esta fantástica receita:
2 peitos de frango
1 bola fresca de mozarella
1 tomate
100gr de espinafres
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
1 dente de alho
sumo de limão

Cortar os peitos de frango em bifinhos. Temperar com sal, pimenta, o alho picadinho e o sumo de limão.
Levar uma frigideira ao lume e cozinhar os bifinhos de frango de ambos os lados (usei uma frigideira antiaderente untada com um fio de azeite). Retirar e reservar.
Na mesma frigideira saltear os espinafres com um pouco de azeite, temperando de sal e pimenta. Acrescentar os bifinhos de frango novamente à frigideira e cobri-los com os espinafres.
Entretanto cortar o tomate e a mozarella em rodelas.
Cobrir os bifes de frango com o tomate e depois com a mozarella, tapar a frigideira e deixar cozinhar em lume brando até que o queijo ficar levemente derretido.
Fica uma perdição!!! Adorei este prato...

quinta-feira, 28 de Maio de 2009

MUFFINS COM BOLINHAS DE CHOCOLATE

Não sei o que se passa com o pessoal lá de casa... anda tudo a ficar menos guloso.
Quer dizer... continuamos gulosos (com sobremesas, gelados, etc) mas chocolates é coisa que já não comemos muito. Por isso de vez em quando acabam por ir para o lixo por acabar o prazo de validade.
E sendo que andavam perdidas no bar da sala umas bolinhas de chocolate, antes que as mesmas passassem do prazo, improvisei estes muffins, que saíram do forno mesmo na hora que a Risonha Júnior chegou da escola.
Aqui ficam os ingredientes para 12 unidades grandes:
250gr de farinha
1 cholher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de canela
2 ovos
90gr de açucar mascavado
80ml de óleo
1 pitada de noz moscada
12 bolinhas de chocolate

Pré-aquecer o forno a 180º.
Misturar a farinha com o fermento em pó, o bicarbonato de sódio e a canela.
Bater os ovos e adicionar o açucar, o óleo e a pitada de noz moscada.
Envolver a mistura da farinha e mexer até que todos os ingredientes estejam bem envolvidos.
Deitar nas formas de muffins (eu usei formas de silicone previamente untadas com óleo) e colocar no centro de cada muffin uma bolinha de chocolate.
Levar ao meio do forno por 25 minutos. Deixar repousar 5 minutos antes de desenformar.
A filhota adorou o lanche: estes muffins acompanhados de um copo de leite frio ficam a matar!!!

quarta-feira, 27 de Maio de 2009

CACAU QUENTE II

Esta é a 2ª versão de cacau quente neste blog (a primeira está aqui). Desta vez fiz uma versão de cacau ligeiramente diferente.
Este mês de Maio, que é por excelência o mês de Nossa Senhora de Fátima, tem sido vivido de forma intensa por aqui... todas as noites tem havido terço e eu e a minha mãe temos participado sempre (quer dizer, a minha mãe sempre.. eu já falhei por 3 vezes...).
Por vezes quando regressamos da igreja está muito vento e frio, o que faz com que nos apeteça beber algo quentinho.
Neste dia a Risonha Júnio fez-nos companhia à mesa com esta bebida reconfortante. Para nós 3 preparei o cacau do seguinte modo:
750ml de leite
5 colheres de sopa de cacau
1,5 colher de sopa de açucar mascavado
6 quadrados de chocolate preto

Levar tudo ao lume numa caçarola, mexendo para dissolver o açucar e o cacau.
Quanto levantar fervura baixar o lume e deixar cozinhar por alguns minutos, mexendo de vez em quanto, até que engrosse um pouco.
Colocar nas chávenas e servir adoçado a gosto (eu gosto de polvilhar o meu com bolacha ralada).
Hummmmmmmmmmm.... estava tão bom!!!

sábado, 23 de Maio de 2009

PALMIERES

Depois do "boom" de palmieres que se deu na blogosfera há algum tempo atrás, eu tinha mesmo que fazer também, pois são uns bolinhos muito apreciados em casa na hora do café após as refeições.
Não foi a primeira vez que fiz palmieres, desde que comecei a frequentar o fórum Petiscos que aprendi como fazer e por diversas vezes os fiz.
Mas com canela é que nunca tinha feito, mas ficam igualmente bons (se não melhores ainda).
Aqui ficam as fotos das 2 versões dos meus palmieres: com e sem canela.
Versão sem canela:
Numa taça colocar água tépida e dissolver um pouco de açucar.
Estender uma base de massa folhada em formato rectangular e pincelar com a mistura da água com açucar.
Polvilhar com açucar a gosto, calcando com o rolo da massa para que o açucar agarre bem à massa.
Enrolar, a partir da parte mais larga, em forma de rolo fininho até chegar a meio. Enrolar novamente a partir do outro lado, formando outro rolinho, de modo a que os dois rolos fiquem juntos.
Cortar em rodelas finas e colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal, polvilhando com mais um pouco de açucar.
Levar ao forno pré-aquecido a 180º até dourarem, virando os palmieres a meio do tempo (atenção que cozem muito rapidamente).
Versão com canela:
Numa taça misturar partes iguais de açucar e canela em pó.
Após pincelar a massa com a mistura de água com açucar, polvilhar a gosto com a mistura de açucar e canela, calcando com o rolo da massa para que adira bem à massa.
Enrolar a massa como foi explicado anteriormente. Cortar os palmieres e colocar em tabuleiro forrado, polvilhando com um pouco de canela em pó.
Levar ao forno até dourarem, voltar os palmieres, polvilhar novamente com um pouco de canela e deixar acabar de dourar.
Não sei qual das duas versões prefiro...
E vocês? Preferem com ou sem canela?

sexta-feira, 22 de Maio de 2009

CREME DA HORTA

Sopa... pois claro! Vocês já sabem que eu não passo sem ela e nos últimos dias tem estado bastante frio, especialmente à noite, por isso a sopa sabe sempre bem: além de ser um prato muito saudável e pouco calórico aquece-nos e conforta-nos.
A receita é da minha revista favorita - "Saúde à Mesa" do passado mês de Março e é assim:
200gr de couve-flor
200gr de bróculos
1 cenoura (pus 2)
1 alho francês
1 haste de aipo (não pus)
2 dentes de alho
1 lata de grão de bico pequena
200gr de ervilhas
2 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de sal

Lave e arranje a couve-flor e os bróculos e corte-os em raminhos. Descasque e lave a cenoura e corte-a em pedaços pequenos. Lave e arranje o alho francês e corte-o em rodelas. Descasque e lave os dentes de alho e pique-os finamente.
Deite todos os legumes anteriores para uma panela, junte o grão com o caldo e as ervilhas, cubra com água, adicione o azeite e tempere com sal. Leve ao lume e deixe cozer durante aproximadamente 35 minutos ou até que os legumes fiquem cozidos.
Retire do lume, reserve cerca de 1/4 dos legumes e reduza o restante a puré.
Rectifique os temperos, junte um pouco mais de água se necessário, adicione os legumes que reservou e leve novamente ao lume, mexendo de vez em quando, até começar a ferver.
Retire do lume e sirva de seguida.
Informação Nutricional da revista "Saúde à Mesa":
Ingredientes para 6 pessoas
Calorias por dose: 171 Kcal
Interesse Nutricional: rica em antioxidantes e fibras alimentares
Partilho agora convosco mais uma das manualidades que fiz há pouco tempo: um espelho da Hello Kitty para o quarto da minha filha (ela simplesmente adora a Hello Kitty, tem o quarto cheio de coisas da gata... rsrsrs).
Eu particularmente acho que ficou muito giro e escusado será dizer que ela adorou!!!

quinta-feira, 21 de Maio de 2009

BERINGELA EM CAMADAS

Este é um daqueles pratos feitos à base da "invenção", a que eu carinhosamente costumo dizer "vamos ver que mixórdia sairá daqui"...
Eu explico: havia uma beringela grande na gaveta do frigorífico que deveria ser usada o quanto antes, havia também um resto de folhas galegas, já cortadas em juliana (para caldo verde) e o resto de uma embalagem congelada de mistura de legumes.
Resolvi tentar "acasalar" tudo isto de maneira a conseguir uma refeição saudável e com poucas calorias para a minha pessoa...
Lavei a beringela mas mantive a casca e cortei-a em fatias finas, no sentido do comprimento.
Levei um tacho ao lume com água temperada com sal e pimenta. Quanto levantou fervura deitei as fatias de beringela e deixei cozinhar por 5 minutos. Escorri e reservei.
Num tacho refoguei 1/2 cebola em rodelas com 2 dentes de alho, juntamente com azeite e noz moscada.
Adicionei pimento verde em tirinhas, um pouco de couve galega cortada em juliana e um punhado de mistura de legumes congelados.
Acrescentei 2 colheres de sopa de polpa de tomate e deixe cozinhar, adicionando umas gotas de ágia de vez em quando, de modo a que fosse ficando com um pouco de molho.
Untei uma assadeira com um fio de azeite e coloquei no fundo um pouco da mistura dos legumes.
Cobri com as fatias de beringela e fui fazendo camadas sucessivas até que terminassem os ingredientes, sendo a última camada de beringela.
Cobri com um pacote de natas de soja, polvilhei com queijo parmesão ralado (daquele que parece queijo em pó) e levei ao forno, pré-aquecido a 180º, durante 20 minutos.
Pode não ter ficado um prato muito bonito, mas vitaminas não lhe falta... e aquele molho no fundo estava delicioso...

quarta-feira, 20 de Maio de 2009

CHOCO GUISADO COM BATATAS

É mesmo só e apenas isso: choco guisado com batatas...
Não tem ciência nenhuma para fazer, nem precisa de grandes explicações.
Mas é um prato que me traz à memória boas lembranças, pois era um dos favoritos do meu pai...
O meu pai adorava tudo o que viesse do mar, ele costumava dizer que o mar era tão rico que nunca nos deixaria morrer à fome... e como ele adorava choco guisado com batatas.
De preferência gostava que a minha mãe deixasse cozer demais as batatas, de modo a que estas se desfizessem um pouco e o caldo ficasse grosso. E comia com um ar de satisfação como se estivesse a comer o melhor prato do mundo. Sinto saudades do meu pai todos os dias, mas quando faço estas comidas as saudades ainda se acentuam mais.
Depois desta partilha de memórias, aqui fica o modo como preparei o choco...
Arranjar um choco grande (este tinha cerca de 1,250kg), retirando-lhe a pele e a tinta, e parti-lo em pedaços.
Preparar um refogado com tomate maduro, cebola, alho, pimento em tiras, vinho branco, azeite, uma pitada de sal (só uma pitada mesmo), louro e 2 cravinhos.
Deixar cozinhar e quando o refogado estiver bem apurado passar com a varinha mágica.
Acrescentar um pouco de água e deitar os pedaços de choco, deixando guisar em lume brando (se quiser uma cozedura mais rápida pode usar-se a panela de pressão).
Quando o choco estiver macio acrescentar um pouco de água e após levantar fervura deitar batatas, previamente cortadas em quartos.
Rectificar os temperos e deixar cozinhar até que as batatas estejam macias.
É uma comida que conforta o corpo e a alma...

terça-feira, 19 de Maio de 2009

TARTE DE ESPARGUETE COM VEGETAIS E BACON

Há blogs que para mim são como verdadeiras "bíblias culinárias" e um deles é o blog da nossa querida Elvira. Tudo o que ela apresenta, se uma maneira ou outra, "enche-me" sempre o olho e dá-me logo uma vontade danada de correr para a cozinha.
Foi o que aconteceu quando ela postou esta receita: levei tempo a prepará-la, mas ela não me saía da cabeça... e quando a fiz arrependi-me amargamente de ter levado tanto tempo a fazer.
Segui à risca a receita da Elvira, apenas me esqueci das ervilhas... mas mesmo sem as "bolinhas verdes" a tarte ficou maravilhosa.
Obrigado Elvira por mais uma receita de sucesso!
250gr de esparguete
sal e pimenta moída na altura
1 cebola picada finamente
100ml de azeite + um fio
150gr de fatias finas de bacon cortadas em tiras
2 cenouras cortadas em rodelas finas
100gr de cogumelos frescos laminados
300ml de natas (usei apenas 200ml)
1 pitada de noz moscada moída
2 ovos grandes
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 colher de sopa de manteiga

Pré-aquecer o forno a 190º. Untar uma tarteira com manteiga e reservar.
Cozer o esparguete "al dente" num grande volume de água a ferver temperada com sal e o fio de azeite.
Refogar a cebola picada juntamente com as tiras de bacon no azeite restante.
Juntar as rodelas de cenoura e os cogumelos. Saltear por 2 a 3 minutos.
Regar com as natas e cozinhar por 5 minutos em lume brando, mexendo frequentemente. Temperar com sal, pimenta e noz moscada. Retirar do lume e reservar.
Escorrer o esparguete e envolver no preparado anterior. Juntar os ovos previamente batidos e o queijo ralado. Misturar muito bem.
Transferir o preparado para a tarteira e levar ao forno por 30 a 35 minutos.
Retirar do forno e servir a tarte quente, cortada em fatias.

domingo, 17 de Maio de 2009

"Polícia à portuguesa"

E pronto... já há bastante tempo que não dava o meu contributo para a Academia dos Livros, mas hoje terminei o livro que andava a ler.
Realmente a minha falta de ânimo até tem feito com que me afaste de um dos meus hobbies preferidos: a leitura.
Mas agora voltei à velha forma por isso cá fica mais uma sugestão de leitura, para que fiquem a saber mais sobre as (más) condições das forças de segurança do nosso país à beira mar plantado.

Num momento em que a questão da insegurança está na ordem do dia, este livro traça um retrato "cru", actual e realista da PSP. Uma realidade que não passa despercebida à própria Corporação, às forças políticas e à sociedade civil em geral.
Fala de uma polícia mal preparada, desmotivada e sem condições de trabalho. Homens e mulheres que chegam a passar fome, que têm uma vida familiar destruturada, problemas de saúde, sujeitos a regras que nem sempre compreendem, alvos fáceis de processos disciplinares e/ou criminais.
Polícias que têm ordem de não disparar nas perseguições a criminosos. Que tentam fazer o seu trabalho com armas velhas, balas contadas, coletes muito pouco à prova de bala. Que conduzem carros que não passariam numa vulgar inspecção e cujos motores muitas vezes "rebentam" em plena "caça" ao ladrão! Que não acertam num alvo a não ser por acaso...
E como se não bastasse, fala de polícias que ainda se queixam de perseguições internas, de favoritismos, de partidarização da Corporação e da influência militar.
Este é um documento fundamental que apela à reflexão nacional, especialmente quando o que decorre da sua leitura é que, na verdade, a nossa segurança está mesmo em risco.

Informação sobre os autores:
Fernando Contumélias nasceu em Lisboa há 40 anos. Iniciou o seu percurso profissional muito cedo, na rádio e na imprensa, áreas que trocou, em 1990, pelas agências de comunicação e publiciadade. Actualmente está ligado ao sector social e é conselheiro de uma instituição da sector financeiro.

Mário Contumélias nasceu em Setúbal já lá vão umas décadas. É etno-sociólogo, especializado em comunicação. Dá aulas no Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA). Como autor tem já 22 livros publicados, 11 para o público infanto-juvenil, 6 de poesia, incluindo uma antalogia pessoal, 1 de entrevistas, 1 brochura evocativa do 25 de Abril e 3 romances.

CREME DE ARROZ COM AMÊNDOA - YELLOW DAY

Mais um desafio muito engraçado e colorido proposto pela nossa Mary.
Esta ideia de cozinharmos segundo uma cor e, no dia proposto, pintarmos a blogosfera da cor eleita é linda... toda a gente puxa pela imaginação, selecciona ou improvisa receitas para apresentar e quem fica a ganhar é a nossa barriguinha (que come mais umas coisas deliciosas) e os nossos olhos que se enchem de cor (para compensar o tempo negro de crise em que vivemos).
Como no dia
vermelho e no dia verde postei pratos salgados, desta vez decidi-me por algo doce. A receita é da revista "Saúde à Mesa" deste mês.
Aqui fica então a minha participação...
1 casca de limão
150gr de arroz carolino (usei agulha)
150gr de açucar
125gr de miolo de amêndoa moído (usei 100gr de miolo de amêndoa palitado)
6 gemas
canela em pó para polvilhar

Leve ao lume um tacho com água abundante, deixe ferver e junte a casca de limão e o arroz. Deixe cozer bem, de modo a que o arroz fique tipo papa.
Elimine a casca de limão da papa de arroz e junte o açucar e o miolo de amêndoa. Mexa bem e deixe cozinhar durante 5 minutos. Retire do lume e deixe arrefecer.
Junte depois as gemas e leve novamente ao lume até ferver, sem parar de mexer.
Retire, distribua por taças e deixe arrefecer. Sirva polvilhado com canela em pó.
E que tal Mary? Achas bem a minha participação neste dia da cor da preguiça? LOL!!!
Informação Nutricional da revista "Saúde à Mesa":
Ingrediente para 6 pessoas
Calorias por dose: 363 Kcal
Interesse Nutricional: as amêndoas são muito ricas em ácidos gordos insaturados, cujo consumo baixa os níveis sanguíneos de colesterol total e do "mau" colesterol (LDL colesterol), oferecendo protecção contra as doenças do coração.

sábado, 16 de Maio de 2009

BOLO DE COCA-COLA

Um dia, ao visitar os blogs do costume, dei de caras com esta receita da Lu: bolo de coca-cola.
Quem havia de estar ao meu lado, junto ao pc, com os olhos colados no monitor? A Risonha Júnior, que ficou logo a salivar só de pensar no bolo. Achei a receita original. Já conhecia bolos com sumo mas com coca-cola nunca tinha visto.
Assim que pude pus mãos à obra e cá está o meu bolinho... apenas fiz uma alteração: com o resto da coca-cola "ensopei" o bolo.
4 gemas
2 colheres de sopa de margarina
2 chávenas de açucar
2 chávenas de farinha de trigo
1 chávena de coca-cola
1 colher de sopa de fermento em pó
4 claras em castelo
* a chávena utilizada tem a capacidade de 200ml
Bata as gemas com a margarina e o açucar, vá acrescentando a farinha misturada com o fermento aos poucos, alternando com a coca-cola e bata bem.
Por último misture as claras em castelo delicadamente.
Deite numa forma untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido, a 200º, durante mais ou menos 30 minutos (faça o teste do palito).
Retire do forno, deixe arrefecer um pouco e pique todo o bolo com um palito. Despeje o restante da lata de coca-cola (cerca de 130ml) por cima do bolo.
Deixe arrefecer completamente e desenforme.
Fica um bolo muito apetitoso para a hora do lanche...
E hoje cá em casa é dia de festa: o Sr. Risonho completa mais um aniversário.
Vamos fazer um jantar em família: camarões, patês e alguns acepipes mais para entradas, perna de borrego assada no forno com batatinhas e salada, para a sobremesa uma mousse de Oreos e um bolo para cantarmos os parabéns. Aqui fica a foto do bolo que preparei ontem à noite:
A receita é a de bolo de chocolate que postei aqui, foi recheado com doce de cenoura e nozes picadas. Espero que esteja tão bom de sabor como de aspecto...

sexta-feira, 15 de Maio de 2009

CREME DE ESPARGOS

Mais uma sopa... é mesmo o que apetece comer com a ventania forte e fria que se faz sentir hoje por cá. E quando cai a noite a temperatura ainda baixa bastante e fica aquele friozinho irritante, que parece que até nos fura a roupa para se agarrar à pele.
A receita da sopa vinha num dos fascículos da revista "TV 7Dias" e eu que gosto muito de espargos tinha mesmo que a provar.
Como já é costume, fiz as minhas substituições: usei curgettes em vez de batatas e em vez do presunto pedido na receita usei fiambre, para que a sopa ficasse mais ligeira.
Esta sopa é realmente muito boa. Palavra da Risonha, a fã de sopas... LOL!
2 cebolas
100gr de alho francês
1 dente de alho
1 colher de sopa de manteiga
500gr de curgette
1 frasco de espargos brancos
1,2l de água
fatias de pão duro
3 fatias de fiambre
sal, pimenta e azeite q.b.

Corte as cebolas, o alho francês e o dente de alho em pedaços. Refogue-os na manteiga.
Descasque as curgettes, corte-as em pedaços, bem como os espargos e junte-os ao refogado. Adicione a água, tempere com sal e pimenta e deixe cozer, durante 20 minutos, em lume brando. Triture a sopa. Torre as fatias de pão e corte o fiambre em tirinhas.
Sirva a sopa com uma fatia de pão torrado no meio de cada prato, as tirinhas de fiambre e um fio de azeite.
Nota da revista: os espargos são recomendados em dietas de emagrecimento pois, além de serem ricos em fibra, têm um efeito diurético e alto poder saciante.
Lembram-se dos meus cachorrinhos que lhes tinha mostrado há algum tempo atrás?
Pois é... amanhã fazem 1 mês e já não param quietos. Aqui ficam algumas fotos para que vejam como estão lindos...
Aqui está o grupo todo reunido... não é fácil apanhá-los todos juntos, só quando lhes ponho uma tigela de leite à frente.

Este é o que vai ficar para mim: foi difícil escolher um, pois são todos lindos.
A Risonha Júnior apaixonou-se por este, por isso tenho o prazer de lhes apresentar o Pintas.
Este é para uma colega minha, tem uma cara super patusca e até mostrou a língua para a foto. A minha colega já o baptizou: apresento-vos o Obama.
Agora só querem é brincar e morder.. cá andam eles a brincar e a arreliar-se uns aos outros.

A minha filha até já lhes deu uns bicharocos de plástico para eles brincarem, mas acho que eles preferem mais morder nas patas e rabos uns dos outros.. eh eh eh.
Aqui anda a mamã "Mancha" de volta dos seus bébés.
E agora digam lá: são ou não são umas coisinhas fofas?