Sugestões para oferecer ou para ler...


sexta-feira, 9 de Julho de 2010

"ARTISTA DE CIRCO"

Há mais de um ano que eu tinha este livro em casa e ainda não o tinha lido (o que faz isto é ter um monte de livros em fila de espera na estante... eh eh eh). Comprei-o por um bom preço numa feira do livro em Lagos (creio que me custou 5€) e finalmente decidi-me a tirá-lo da estante e levá-lo para a praia.
O livro é uma compilação de histórias publicadas pela autora no Jornal de Notícias.
São histórias leves, fáceis de ler e há sempre uma ou outra com a qual nos identificamos a 100%. Aqui deixo mais uma contribuição para a Academia dos Livros.
"Nunca vi um homem dividir o que fosse com uma mulher, se calhar tive azar, se o meu pai não tivesse desaparecido no rasto branco de um avião do outro lado do mar, talvez a vida me tivesse preparado de outra forma, mas quando à noite a minha mãe me lia os contos de Grimm que acabavam sempre da mesma forma, eu apertava os dedos uns contra os outros e apetecia-me rasgar o livro por me mentir tanto."

Uma trapezista, uma rapariga à espera, um cego, uma executiva, um poeta, uma menina rica, um estudante de Biologia, um fotógrafo, uma avó dedicada, uma mãe que tem uma caravana, uma hospedeira, um comandante, um condutor de eléctricos, uma quiromante, um rapaz tímido, uma actriz, um amigo para toda a vida, um actor que nunca sabe qual é o papel dele, uma irmã com asma, uma mãe, uma avó doida por bolos, um avô austero e um filho adorável, são algumas das personagens que povoam as histórias orgulhosamente publicadas nas últimas páginas de domingo no Jornal de Notícias entre 2000 e 2002.
Uma viagem alucinante ao mundo do imaginário onde cada um de nós acaba por se encontrar mesmo que não queira.
Notas sobre a autora:
Margarida Rebelo Pinto licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas na Universidade Clássica de Lisboa e iniciou a actividade de jornalista em várias publicações como: O Independente, Se7e, Marie Claire e Diário de Notícias. Enquanto escritora, escreveu seis romances, quatro livros de crónicas, um livro para crianças e uma biografia.
O seu primeiro livro, Sei lá, publicado em 1999, foi um dos maiores sucessos de vendas em Portugal, atingindo números de vendas pouco usuais para o país. Mais tarde, com os seus títulos seguintes, rapidamente alcançou um êxito similar. Actualmente, as suas obras encontram-se traduzidas na Espanha, Brasil, Países Baixos, Bélgica, Alemanha e Lituânia.
Paralelamente à escrita, Margarida dedicou-se também ao cinema, sendo a autora do telefilme da SIC "Um Passeio no Parque" e, mais recentemente, às peças de teatro.
Para mais informações consultar o site oficial da autora.