Sugestões para oferecer ou para ler...


sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

BATIDO "ANTI-ENXAQUECA"

Enxaqueca.................já ouviram falar, certo? Sabem o que é????
Enxaqueca = dor intensa na cabeça, geralmente unilateral, resultante da pressão exercida por vasos sanguíneos dilatados no tecido nervoso subjacente.
Isto é apenas uma descrição muito abreviada, como é óbvio. Costumam sofrer desse mal?

Eu tenho enxaquecas com frequência, sempre naqueles "dias difíceis" que, nós mulheres, temos todos os meses e que por vezes tanto incómodo nos trazem.
Descobri a receita deste batido aqui e resolvi experimentar.... acreditem ou não, comigo resultou (pelo menos naquele dia, o que não significa que da próxima vez que tenha uma crise resulte).

1 iogurte natural
1 colher de sopa de flocos de aveia
1 banana
1 colher de chá de mel
1 colher de café de gengibre em pó
100 ml de água

Bater tudo no liquidificador e usar sempre que a enxaqueca começar a incomodar.

Se costumam sofrer de enxaquecas não custa nada tentar. O batido fica com um sabor muito agradável. Eu só sei que acordei de manhã com a "aura de enxaqueca" e antes que a dor aumentasse (e em vez de ir a correr tomar um comprimido) resolvi fazer este batido para o pequeno-almoço.


A enxaqueca aos poucos desapareceu e fiquei bem o resto do dia, sem precisar de recorrer a fármacos. Como já vos disse, não sei se na próxima crise isto resultará, mas desta vez resultou.

quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

BOLO DE BOLACHAS "OREO"


Se há coisa que a minha pimpolha adora são bolachas "Oreo", por isso assim que vi este bolo no blog da Cinara copiei a receita na hora e fiz assim que pude.
Aproveito para dar os parabéns à Cinara que completa hoje mais um aniversário. Felicidades minha querida!!!
É um sucesso, muito fácil de fazer e fica delicioso.... experimentem e comprovem como tenho razão.
Usei os seguintes ingredientes (e como sempre não segui a receita bem à risca):

225gr de farinha
1 colher de chá de fermento em pó (Pó Royal)
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de sal
85gr de manteiga cortada em pedaços
170gr de açucar
2 ovos 2 iogurtes naturais
1 colher de chá de essência de baunilha
100gr de bolachas "Oreo" cortadas grosseiramente

Misture a farinha, o fermento, o bicarbonato de sódio e o sal.
Bater a manteiga e o açucar até ficar claro e cremoso. Deitar 1 ovo de cada vez, batendo bem entre cada adição e de seguida batendo constantemente durante aproximadamente 2 minutos.
Com a batedeira na velocidade baixa adicionar 1/3 da mistura da farinha, só até misturar. Acrescentar metade do iogurte e bater. De seguida metade da restante mistura da farinha, seguida pelo resto do iogurte e essência de baunilha. Finalmente acrescente a restante farinha, batendo sempre de modo a que a massa fique bem homogéna.
No final, misture as bolachas "Oreo", envolvendo apenas com uma colher de pau.
Leve ao forno pré-aquecido a 180º, numa forma de chaminé devidamente untada e polvilhada (ou se usarem uma de silicone como eu usei, basta pincelar com um pouco de óleo) por cerca de 40 minutos, ou até que inserindo um palito na massa este saia limpo.
Retirar do forno, deixar arrefecer na forma por cerca de 5 minutos, desenformar e servir depois de frio.

As crianças adoram este bolo e os adultos também.... querem servir-se de uma fatia?
O chá já está ao lume!

quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

CAÇAROLA DE VEGETAIS COM FIAMBRE


Nunca vos aconteceu estarem naqueles dias em que vos apetece mesmo uma coisinha leve para o jantar? Mas que não seja sopa ou uma simples torrada... foi o que me aconteceu ontem.
Queria comer algo leve, mas queria variar um pouco e não me estava a apetecer sopa... chá ou café com leite e torradas muito menos... mas tinha que ser alguma coisa muito leve e com poucas calorias (há aqui um certo "pneuzinho" que me anda a incomodar).
Fiz este prato e deliciei-me... é do mais simples que há, fica saboroso e muito ligeiro. Querem tomar nota?



Numa caçarola coloquei 2 dentes de alho partidos ao meio, 1 cebola pequena cortada em gomos, algumas cenouras parisienses e espinafres picados (estes dois últimos ingredientes usei congelados), um pouco de couve lombarda cortada em juliana, um fiozinho de azeite, um pouco de água (só um pouco mesmo, para os legumes não se pegarem ao fundo), uma pitada de sal, pimenta e uma colher de sobremesa de caril.
Levei ao lume muito brando, para que os vegetais fossem largando o seu próprio líquido e cozinhado lentamente.
Após os vegetais cozidos juntei um pouco de fiambre de frango cortado em cubos e envolvi vem para misturar tudo.
Deitei um ovo para dentro do tacho e esperei que a clara do ovo solidificasse para apagar o fogão.
Servi de imediato e......................... adorei o meu jantar.


Não faço ideia de quantas calorias é que este prato teria, mas tenho a certeza que não deviam ser muitas.

terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

PESCADA COM MOLHO COLORIDO


Na casa dos Risonhos peixe é sempre bem vindo e a maneira como nós gostamos mais de o comer é grelhado. Mas no Inverno, com a chuva e o frio nem sempre é fácil o Sr. Risonho ir para a rua pôr-se de volta da churrasqueira, para grelhar o peixe (e no rigôr do Inverno são poucos os barcos que saem para o mar, por isso nem sempre se arranja peixe fresco).
Por isso há que arranjar outras alternativas. Vejam lá se gostam desta:

Alourar 2 cebolas pequenas e 2 dentes de alho, tudo picado, em 2 colheres de sopa de manteiga.
Depois de louro juntar 4 postas de pescada e polvilhar com um pouco de salsa picada. Regar com cerca de 2dl de caldo de peixe (desfiz meio cubo de caldo knorr de peixe num pouco de água quente), temperar com uma pitada de sal e pimenta. Juntar 1 cenoura em rodelas finas e deixar cozinhar lentamente por 10 a 15 minutos.
Retirar o peixe para uma travessa, triturar o molho com a varinha mágica, rectificar os temperos e deitar o molho por cima das postas de peixe.
Servir acompanhado a gosto - desta vez foi acompanhado com salada de alface e puré de batata com presunto.

Nota: avaliação da Risonha Júnior - achou que o molho estava colorido demais, diz que gosta das coisas com a cor convencional.... por vezes é difícil agradar aquela míuda.... lol!

segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

BOLO DA CANECA - VERSÃO LARANJA



Digam o que disserem, este bolo vicia, porque é tão rápido e simples de preparar que ninguém tem desculpa para não ter um bolo pronto em 5 minutos, quando aparecem aquelas visitas inesperadas na hora do lanche. Desta vez fiz na versão laranja, que vi no blog da Kini e achei que também devia ficar com um sabor muito agradável. Não me enganei!
Ah!........... E uma vez mais foi a minha Risonha Júnior que o preparou, eu só tratei de espremer o sumo da laranja (e escolhi uma laranja algarvia, da zona de Silves, daquelas bem graaaandes!)

Numa caneca colocar 3 colheres de sopa de açucar, 5 colheres de sopa de farinha e um pouco de raspa de laranja. Misturar tudo, juntar um ovo e mexer bem.
Adicionar 3 colheres de sopa de óleo e 3 colheres de sopa de sumo de laranja. Mexer tudo muito bem e levar ao microondas durante 3 minutos.

Desenformamos o bolo, aqueci o restante sumo de laranja e deitámos por cima do bolo. Esperamos um pouco para o bolo absorver o sumo, fatiamos e............. huuuummmmmmmmm!!!

Nota: o meu pessoal como é mais adepto do chocolate (mamã Risonha incluída) gostaram mais da versão anterior. Eu, como adoro citrinos, prefiro muito mais esta versão. Assim já sei que quando fizer os bolos da caneca tenho que fazer sempre dois: um de chocolate para eles e um de laranja que irá inteirinho para mim..... ih ih ih!!!

domingo, 24 de Fevereiro de 2008

PÃO MUESLI

Pois é... hoje foi dia de mais uma manhã desportiva - a marcha passeio a Quarteira. Mas desta vez S. Pedro não esteve do lado dos marchantes, pois caíu tamanha chuvada, trovoada e relâmpagos. Embora eu me tenha levantado às 6h da manhã, chegada a Quarteira nem cheguei a sair do autocarro, pois era impensável marchar com um temporal daqueles.
Mas valeu pelo passeio, pelo convívio e pela boa disposição de todos os "colegas" de marcha.

Olhem.... sabem que mais? Vamos mas é fazer um pão para esquecer o mau tempo.... a receita é do Virtual Chef.


500ml de água
30gr de margarina
1,5 colher de chá de sal
1,5 colher de chá de açucar amarelo
200gr de muesli
550gr de farinha
1 pacote de fermipan


Coloquei na cuba da máquina os ingredientes pela ordem indicada, seleccionei o programa 1, tostatgem média e peso de 1kg.
No fim do ciclo tinha este maravilhoso pão à minha espera, para ser servido com doce e acompanhado de uma bela caneca de chá.

Virtual Chef, uma vez mais obrigado pela receita fantástica.

sábado, 23 de Fevereiro de 2008

UM SELO QUE É UM "PRAZER DE SABOR"...

Ultimamente tenho sido distinguida com vários prémios, mas este deixou-me mesmo sensibilizada, pois não é daqueles selos que andam a correr de blog em blog.
Este selo foi criado pela própria Edinha, do blog O Prazer dos Sabores e, segundo a própria Edinha, irá oferecê-lo aos blogs que considera excepcionais e que lhe agradem segundo:
* Qualidade das Receitas
* Apresentação gráfica
* Gosto pessoal


... e não é que eu fui a sua segunda escolha??? (a primeira foi a minha querida Anna).

Querida Edinha, todos os prémios que tenho recebido têem sido importantes para mim, mas este foi muito especial por ter sido um selo criado por ti. Muito, muito obrigado.
Vou ostentá-lo no meu blog com muito orgulho... e fico feliz por saber que Sagres faz parte do teu imaginário!

CARBONARA DE SALSICHAS FRESCAS


Desde que vi esta receita no blog da Goretti não descansei enquanto não a fiz, ainda para mais que tanto eu como a minha filhota adoramos carbonara. Segui a receita da Goretti, mas como sempre fiz algumas pequenas alterações. Usei:

250gr de esparguete tricolor
7 salsichas frescas
3 ovos inteiros
raspa de limão
1 pacote de natas
salsa picada
4 cogumelos frescos fatiados
100gr de queijo parmesão ralado
sal, pimenta e azeite q.b.

Cozer o esparguete "al dente". Escorrer e reservar um pouco da água da cozedura.
Com uma faca afiada cortar a pele das salsichas, retirar a carne e com as mãos formar pequenas bolinhas do tamanho de berlindes (as minhas ficaram maiores). Numa frigideira frite os pedaços de salsicha em azeite e deixe dourar de ambos os lados, virando-os com cuidado. Retire do lume e coloque sobre papel absorvente para escorrer.
Salteie agora na gordura que ficou na frigideira os cogumelos fatiados e coloque-os a escorrer junto às salsichas.
Entretanto numa tigela grande bata, com a ajuda de uma vara de arames, os ovos, as natas, raspa de limão, salsa, sal, pimenta e metade do queijo ralado.
Deite o esparguete na tigela com a mistura dos ovos, e mexa bem para envolver. Deite tudo para o tacho e leve de novo ao lume brando por cerca de 2 minutos, mexendo sempre.
Junte os bocados de salsicha e os cogumelos e misture tudo com a ajuda de 2 garfos. Se achar que a massa está a ficar demasiado colada, junte 2 ou 3 colheres de sopa da água da cozedura da massa (que préviamente reservou).
Polvilhe com o restante queijo ralado e sirva de imediato.

Resultado: é muuuuuuiiiiitttttttoooo bom!!! Obrigado pela receita Goretti.

sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008

SOPA DE ABÓBORA E FEIJÃO


Saudades das minhas sopinhas? Com o temporal que tem feito por cá nos últimos dias, uma sopa destas é o suficiente para um jantar reconfortante, que nos aquece o corpo e a alma e faz-nos esquecer o frio e o vento que soa lá fora...
E tem uma vantagem: esta é uma das sopas que a minha Risonha Júnior come sem refilar.
Faço assim:

Corto em pedaços 2 chuchus, 3 cenouras, 200gr de abóbora, 1 cebola e 3 dentes de alho. Levo tudo ao lume com cerca de 1,5l de água, um pouco de azeite e sal.
Depois de cozido reduzo a puré e acrescento 200gr de abóbora em cubos, 1/2 lata de feijão manteiga e 4 colheres de sopa de massinhas à vossa escolha (desta vez utilizei cotovelinhos integrais).
Deixo ao lume até a massa estar cozida, rectifico os temperos e sirvo com muito amor e carinho.

Gostaram? Então sirvam-se.... na casa da Risonha nunca falta uma bela sopa!

quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

BOLO DA CANECA - VERSÃO CHOCOLATE


A fórmula mágica foi encontrada no fórum Petiscos e quem a publicou foi a Mulher do Astronauta. Um bolo simples, rápido de fazer e com a vantagem que pode ser feito na íntegra pelas crianças, o que as deixa muito felizes.

Depois de este bolo ter corrido 99,9% da blogosfera culinária, chegou a vez de eu mostrar o meu.
Não que o tivesse feito só agora... nada disso! Foi feito praticamente na mesma altura que os vossos, mas como durante dias só se ouvia falar em bolo da caneca, eu resolvi esperar para publicar o meu.... ou melhor, o da minha filha, que ela é que o fez!
A receita como vocês já sabem é muito difícil.... e o meu monólogo com a minha filhota foi o seguinte:



- Risonha Júnior, se faz favor bota aí na caneca:
4 colheres de sopa de farinha, 4 colheres de sopa de açucar e 2 colheres de sopa de chocolate em pó.
Mistura tudo, junta um ovo (mas pelo amor de Deus tira a casca do ovo) e mexe bem com um garfo.
Adiciona 3 colheres de sopa de leite e 3 colheres de sopa de óleo, mexe muito bem (tira o dedo de dentro da massa, se faz favor...) e leva ao microondas 3 minutos.
Agora espera que a mãe tira a caneca do microondas, que deve estar quente. Tira um prato do armário se faz favor....
............................... foi aqui que a Risonha Júnior abriu a boca......................................
- Mãe, já posso comer o bolo?
- Calma que ainda está quente. Vamos partir em fatias e vais levar uma fatia à tua avó e outra fatia à vizinha para elas provarem.
- Mas escolhe as fatias mais pequeninas, que eu quero o resto para mim. Porque quem fez o bolo fui eu!!!
- Então e eu? A mãe nem tem direito a provar nada?
......... tirou uma pequena migalha (juro que era mesmo pequena) e deu-me para provar, rematando o caso com uma cara muito sorridente:........................................
- Mãe, o bolo é tão fácil e tão rápido de fazer.... porque é que não fazes um para ti?

Nota: esta foi a nossa saga do bolo da caneca. Só para vos dizer que a minha mãe e a minha vizinha adoraram o bolo, e eu, como depois disto já voltei a fazer um para mim e para o meu Risonho, posso dizer que nós também gostamos muito. Este bolo comido ainda morno, em cima do almoço, com um café e um licor a acompanhar é uma delícia.

quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

MIMINHO COM SABOR A FRAMBOESA

Tive uma agradável surpresa ao ser nomeada pela Framboesa com o prémio "Este blog não me sai da cabeça". Obrigado Framboesa por esta nomeação e fiquei muito contente por saber que és cliente assídua da minha cozinha.


Aquele blog é do tipo que, apesar da sua vida corrida, com milhões de relatórios para entregar, clientes pra recepcionar, patrão te enchendo a paciência, você não pode deixar de dar uma espreitadela para conferir as novidades?
É aquele blog que você lê todo o santo dia, mesmo que não haja novidades?
Aquele tipo que, no trabalho, ou numa caminhada, ou num churrasco entre amigos, você não vê a hora de aceder à Internet para dar uma olhadinha?
Enfim... para resumir... é aquele blog que não te sai da cabeça???
Presenteie, então, o autor desse blog com esse selo.

Eu visito inúmeros blogs por dia e é sempre difícil escolher alguns, mas aqui ficam algumas nomeações:
Benó

Joel

Colher de Pau

Inha

Filipa

Winnie
Beijocas a todos.... e uma vez mais obrigado pela nomeação.

SOBRAS DE SALMÃO E LEGUMES


Por muito que eu me esforce para fazer comida à conta, sempre acabam por ficar restos no meu frigorífico. Desta vez os restos eram muito poucos, mas eu não ficava bem com a minha consciência se os deitasse para o lixo (ou para a comida dos meus cães, que tenho a certeza que iriam ficar agradecidos... lol).
Agora digam-me vocês: o que fazer com meia posta de salmão grelhado, 1/2 batata doce assada, restos de bróculos e couve flor cozidos?
Toca a pôr a imaginação a trabalhar...

Parti em pedacinhos pequenos todos os restos dos legumes e do peixe.
Untei uma assadeira com um fio de azeite e colquei todos os pedacitos dos restos lá dentro.
Piquei 2 dentes de alho e o miolo de 4 nozes e envolvi bem nos ingredientes da assadeira.
Numa taça misturei 1 iogurte natural, 4 colheres de sopa de leite, 1 pitada de sal, 1 colher de sopa de caril e 1/2 pacote de parmesão ralado (usei daqueles pacotes pequenos, de 40gr).
Mexi tudo de modo a ficar homogéneo, deitei por cima dos restos da assadeira, envolvi bem com a ajuda de uma colher, polvilhei com o restante queijo ralado que estava no pacote e levei ao forno, a 200º, por 15 minutos.

Foi o jantar do meu Risonho, cujo comentário foi:
"Que receita é esta? Como é que se chama?"
"Porquê?" - perguntei eu.
"Porque está muito bom! Só faltava um ovinho cozido!"

Nota: mais palavras para quê???? LOL

terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

ABACAXI GRATINADO


Modéstia à parte, esta foi uma das melhores sobremesas que já saíram da minha cozinha, ficou mesmo uma delícia. Tinha visto esta receita numa revista "Cozinha Semanal" originalmente feita com ananás.
Mas eu tinha comprado um abacaxi, e como sou sempre uma "tosca" a escolher esse tipo de fruta, estava meio desconfiada que o meu abacaxi não devia ser muito doce para ser comido ao natural. Arrisquei a confeccioná-lo desta forma e só fiquei a ganhar: consegui uma sobremesa fantástica e que faz um vistão em qualquer mesa. Querem ver?

1 abacaxi
150gr de açucar
2 colheres de sopa de farinha
raspa de 1 limão
3 ovos
1 pacote de natas
açucar em pó para polvilhar



Cortar o abacaxi em rodelas finas e colocar em espiral dentro de uma tarteira.
Numa tigela colocar o açucar, a farinha, a raspa de limão, os ovos e as natas e misturar tudo com uma vara de arames.
Verter sobre o ananás e levar ao forno, pré-aquecido a 190º, durante 25 a 30 minutos.
Retire, deixe arrefecer, polvilhe com açucar em pó e sirva decorado com as folhas da rama do abacaxi.

Nota: é uma óptima opção para quem queira poupar calorias, visto que se pode usar natas light e, para quem quiser pode susbtituir o açucar por frutose ou açucar light. Não fica excessivamente doce, a mistura do creme com o leve toque ácido do abacaxi é uma delícia.
Dei a provar a uma vizinha minha e ela também adorou.... experimentem vocês e verão como eu tenho razão.

domingo, 17 de Fevereiro de 2008

ATUM COM BATATAS NO FORNO


Mais uma deliciosa sugestão para todos aqueles, que como eu, são fanáticos por atum...
É fácil de fazer, muito saboroso e uma maneira diferente de servir o básico atum de conserva.
Querem ver como se faz?

1 kg de batatas
2 latas de atum
1 cebola
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de polpa de tomate
sal, pimenta e salsa picada q.b.
1 pacote de natas
queijo ralado e margarina q.b.

Picar a cebola e alourar no azeite. Juntar a polpa de tomate e refogar um pouco. Temperar com sal, pimenta e um pouco de salsa picada.
Juntar as latas de atum e ir mexendo com uma colher de pau, de modo a desfazer o atum.
Cortar as batatas em palitos e temperar com um pouco de sal refinado.
Untar um tabuleiro com manteiga e espalhar uma camada de batatas (usando metade das batatas que cortou), deitar por cima o refogado do atum e tapar com as batatas restantes.
Cobrir com queijo ralado, regar com um fiozinho de azeite e as natas.
Por cima dispôr pedacinhos de manteiga e levar ao forno a 200º por 30 minutos (ou até as batatas estarem cozinhadas).
Servir acompanhado de uma bela salada de alface.

Um prato um pouco calórico, é verdade.... mas também não se come este atum todos os dias... LOL!

sábado, 16 de Fevereiro de 2008

MIMINHO DE UM ANJO NA COZINHA...

A Isabel do blog Cozinhar com os Anjos apesar dos momentos difíceis porque está a passar neste momento, com o problema de saúde do seu pai, não deixou o seu blog de lado e ainda teve a simpatia de me deixar este prémio.
Querida Isabel, obrigado por te teres lembrado de mim...


1 - Este prémio deve ser atribuído aos blogs que considerem serem bons.Entende-se como "bom" os blogs que costuma visitar regularmente e onde deixa comentários;

2 - Só se recebeu o "É um blog muito bom sim senhora", deve escrever um post incluindo:. a pessoa que lhe deu o prémio com um link para o respectivo blog;
. a tag do prémio;.
as regras;.
e a indicação de outros 7 blogs para receberem o prémio;

3 - Deve exibir orgulhosamente a tag do prémio no seu blog, de preferência com um link para o post em que fala dele.

Conforme ditam as regras, dedico este prémio a estas meninas:

Winnie
Belinha Gulosa
Marizé
Dulce
Lídia
Taty
Cinara

Agora corram meninas... toca a exibir o dístico no vosso blog. Beijocas e bom fim de semana para todas.

PÃO DE MAÇÃ, CANELA E AMÊNDOAS


Um destes dias, nas minhas idas às compras, encontrei no supermercado PLUS um preparado para pão (daqueles que é só juntar água e um ovo) na variante de maçã e canela.
Fiquei curiosa e comprei para experimentar. Mas achando que talvez o sabor não fosse muito intenso, resolvi acrescentar mais algumas coisas.... por minha conta e risco!
Resultado: um pão delicioso.



Na cuba da máquina coloquei 230ml de água, 1 ovo (ligeiramente batido), a mistura de preparado para pão e 1 colher de sopa de canela.
Seleccionei o programa 7 (pão doce) e escolhi o peso de 500gr e a tostagem média.
Quando soou o bip juntei na cuba cerca de 125gr de miolo de amêndoa com pele e 225gr de maçã reineta (não me preocupei em partir em pedaços muito pequenos, pois a máquina encarrega-se de o fazer).
Depois....... bem, depois foi só esperar pelo final do programa para nos deliciarmos com este pão divinal. O sabor da maçã com os pedacitos da amêndoa é realmente uma maravilha.

Nota: eu até gosto que o miolo de amêndoa (ou de qualquer outro fruto seco) fique em pedaços mais miudinhos, mas a Risonha Júnior adora que fique assim com estes pedações grandes. Por isso desta vez fiz-lhe a vontade... há que ceder de vez em quando, certo? LOL!