Sugestões para oferecer ou para ler...


quinta-feira, 31 de Julho de 2008

CAMARÕES FRITOS

Faço estes camarões há muito tempo cá em casa e toda a gente gosta. Quem me ensinou a confeccioná-los desta forma foi a minha vizinha, que trabalhava na cozinha de um restaurante e era desta forma que os cozinhava.
São feitos de uma forma muito simples, mas ficam com um molho delicioso, daqueles em que apetece mesmo molhar o pão...
Numa frigideira colocar azeite, bastante alho picado, um pouco de margarina, sal, pimenta, 2 folhas de louro partidas ao meio e um pouco de piri-piri.
Deixar o alho alourar e juntar os camarões, deixando cozinhar, mexendo e virando os camarões para que fritem por igual.
Quando o camarão estiver frito juntar à frigideira 1/2 cálice de whisky e 1/2 cálice de brandy (ou aguardente velha se preferirem), com um fósforo pegar fogo ao molho (cuidado com a chama que se levanta) e ir sacudindo a frigideira, para flambear por igual e até a chama se extinguir.
Após a chama ter terminado, deixar ferver mais 2 minutos e servir de imediato.
Querem provar um???

quarta-feira, 30 de Julho de 2008

PUDIM DE TAPIOCA - FOTOS E HISTÓRIA

Lembram-se da iniciativa de Intercâmbio Culinário entre blogueiras de Portugal e Brasil, certo?
E também se lembram que eu participei nessa iniciativa com a minha querida Laurinha?
Postei a minha participação aqui e a receita que escolhi foi um pudim de tapioca, que ficou uma coisa fantástica.
Eu falei com a Laurinha, trocámos vários mails e o meu maior pavor era que os pudins feitos no forno, em banho-maria, nunca me saem bem: ou não cozem o suficiente, ou cozem demais, ou desmancham ao desenformar, etc....
Mas com esta receita da Laurinha venci todos os medos e traumas dos pudins feitos no forno.
A receita é fantástica, super simples e não tem margem de erro - fica um "pudinzão" enorme, delicioso. Cá em casa toda a gente gostou e ainda dei a prova aos vizinhos que também apreciaram muito.
Relembro novamente a receita e desta vez publico as fotos, tal como combinado com as organizadoras desta iniciativa.
Aproveito também para dedicar esta receita ao meu vizinho e amigo Joel que festeja hoje mais um aniversário - parabéns vizinho!!!
CALDA:
3,5 xícaras de açucar granulado (475gr)
1,5 xícara (chá) de água (300ml)
1 xícara (chá) de água para afinar a calda (200ml)
Ferva o açucar com a primeira parte da água até obter ponto de caramelo.Junte a outra xícara de água e deixe ferver até afinar a calda.Coloque a calda na forma, em quantidade suficiente para caramelizá-la. Reserve o restante para servir à parte.

PUDIM:
1 xícara (chá) de tapioca (160gr)
1 litro de leite morno
2 xícaras (chá) de açucar branco refinado (320gr)
6 ovos ligeiramente batidos (360gr)
1 pacote de côco ralado (100gr)
1 colher (sopa) cheia de manteiga amolecida (cerca de 48gr)
Deixe a tapioca de molho no leite por 12 horas, na geladeira.Junte o açucar, os ovos, o côco ralado e a manteiga. Misture bem e despeje na forma caramelada. Asse no forno pré-aquecido (200º), em banho-maria (ponha um pano na forma do banho-maria, para a forma do pudim não ficar batendo e estragando as formas...) por cerca de 1 hora e 2o minutos.Desenforme morno e sirva gelado com a calda reservada à parte.
Nota: adorei participar neste intercâmbio, acho que iniciativas deste género são sempre de louvar. Aprende-se muita coisa, há uma troca de mails muito engraçada e sempre se fica a conhecer "in loco" mais um pouco de outras gastronomias.
E agora digam lá se o meu pudim não ficou lindo???????

terça-feira, 29 de Julho de 2008

SOPA DE PEPINO

Já toda a gente sabe da minha paixão por sopa... e sempre tive curiosidade em experimentar sopas frias. Noutro dia tive a sorte de uma colega minha me oferecer um saco de pepinos, vindos directamente da horta do sogro dela.
Vi esta receita na revista "Cozinhar sem Stress" e aproveitei os pepinos que tinha...

2 pepinos
400gr de batata (usei curgette)
2 cebolas
100gr de alho francês
1,2l de água
1 iogurte natural
sal q.b.
Corte quatro rodelas a um dos pepinos e reserve-as. Descasque as curgettes, as cebolas e o restante pepino. Lave todos os legumes, assim como o alho francês e corte-os em pedaços.
Leve-os a cozer na água com sal, em lume brando. Assim que estiver tudo cozido retire a sopa do lume, triture-a e coe-a por um passador.
Rectifique os temperos e reserve-a no frigorífico até ficar bem fria.
Em seguida transfira o iogurte para uma tigela e misture-o bem com um garfo.
Envolva-o no creme e sirva-o decorado com as rodelas de pepino reservadas.
Nota: esta sopa fresca, nos dias de calor, é uma verdadeira maravilha. Mas também a comi quente e gostei muito... por isso aconselho-vos a experimentar e ver de que forma mais gostam.

segunda-feira, 28 de Julho de 2008

CREME DE BOLACHAS

Sobremesas com bolacha são sempre bem vindas na minha casa. A minha filha adora bolo de bolacha, por ela até podia ser sempre essa a sobremesa.
Mas num dia destes resolvi fazer uma coisa diferente...
240gr de açucar
3dl de água
300gr de bolacha maria
3dl de leite
raspa de 1 limão
2 ovos
Levar ao lume 200gr do açucar com a água até obter uma calda fraca.
Aquecer o leite com a raspa de limão e mergulhar nele as bolachas.
Verter a calda em fio por cima das bolachas, mexendo bem e levar a lume brando para engrossar e obter uma calda espessa.
Deixar arrefecer um pouco, juntar as gemas batidas e levar mais uma vez ao lume por cerca de 3 minutos, sem parar de mexer.
Bater as claras em castelo firme com o restante açucar e envolver no preparado.
Levar ao frio e no momento de servir decorar com metades de noz e missangas coloridas.
Nota: para mim, que não sou excessivamente gulosa, acho que esta sobremesa ficou um pouco doce demais. Com 150gr de açucar devia ser o suficiente... mas claro, se forem gulosos como o resto da equipa cá de casa, esta dosagem de açucar está bem... lol!

sábado, 26 de Julho de 2008

BRIOCHE DE BANANA

Confessem... já tinham saudades de uma receita para a máquina de pão, certo?
Agora é que me dei conta que há muito tempo que não posto uma receita de pão, mas tal deve-se ao facto que os pães que tenho feito ultimamente têem sido dos que já aqui foram postados.
O que é certo é que a minha máquina de pão não tem descanso... noutro dia descobri esta receita da Milinha no fórum Petiscos e, como tinha uma banana madura em casa, aproveitei para fazer...

280gr de leite
1 ovo previamente batido
1 colher de sopa de açucar em pó
1 colher de café de sal fino
1 banana madurinha em rodelas
60gr de côco ralado
60gr de amêndoas picadas
480gr de farinha
30gr de frutas cristalizadas (isto resolvi acrescentar eu)
1/2 saqueta de Fermipan
Colocar todos os ingredientes na cuba da máquina pela ordem acima indicada.
Seleccionar ciclo básico (ou programa normal), peso de 750gr e tostagem clara.
Garanto-vos que passadas pouco mais de 3 horas vão poder deliciar-se com uma fatia deste maravilhoso brioche.
Ideal para o pequeno-almoço ou lanche. Vai bem com manteiga, marmelada, doce ou compota.
Este foi servido com a compota de laranja que já vos tinha mostrado aqui.

sexta-feira, 25 de Julho de 2008

O MEU TOP 10...


A minha querida Akemi acabou de me lançar um desafio que anda correndo a blogosfera:
escolher as melhores 10 receitas deste blog.... e agora o que é que eu faço?

As regras são as seguintes:
- publicar 10 fotos das comidas favoritas
- colocar o nome e link do blog da pessoa que nos indicou para o meme
- passar a oportunidade para outras 5 pessoas e deixar a mensagem, comentando nos blogs de cada uma.

Sei lá quais são as 10 melhores receitas? Vocês é que podem dizer.... eu gostei de todas,
Mas vou tentar fazer uma selecção!!!
Assim sendo, as "vencedoras" mais risonhas são:


Lulas inventadas


Bolachas de café


Arroz árabe


Bolinhos de amêndoa


Lingua estufada com migas de couve


Frango bêbado


Crepes de marisco


Quiche de presunto


Mousse de canela



E agora como acho que já quase toda a gente foi desafiada, peço a quem me visitar e que ainda não respondeu a este desafio que o faça, pois é muito giro irmos buscar receitas ao fundo dos nossos baús.... beijocas a todos.
E obrigado Akemi por te teres lembrado de mim para este desafio.

FILETES AO MOLHO DE COGUMELOS

Há dias em que me dá para inventar forte e feio na minha cozinha. Se me bate a inspiração, corro para a despensa, vejo o que tenho por lá nas parteleiras e toca a improvisar receitas, para que os cozinhados sejam o mais variados e diversos possível.
Foi o que aconteceu com estes filetes: eram para ser feitos do modo convencional - panados e fritos - mas à última da hora alterei os planos.
Temperei os filetes apenas com uma pitada de sal refinado, pimenta moída na altura e uma borrifadela de vinagre e deixei tomar gosto por 1 hora.
Num tacho coloquei azeite a aquecer e corei os filetes de ambos os lados, virando-os com cuidado para não se desmancharem.
Desfiz um pacote de sopa de cogumelos com 2,5dl de água, juntei aos filetes, tapei o tacho e deixei cozinhar em lume brando por 10 minutos.
Acrescentei 200gr de cenouras baby e deixei cozinhar por mais 10 minutos.
Por fim adicionei um pacote de natas, sacudindo o tacho para envolver bem.
Deixei ferver mais 5 minutos e servi polvilhado com salsa picada, tenho acompanhado com massa fusilli cozida "al dente".
O molho ficou muito cremoso e a sopa de cogumelos deu-lhe um toque delicioso.

quinta-feira, 24 de Julho de 2008

LEITE CREME DA PAULA

Esta receita de leite creme foi-me dada pela minha querida amiga de coração, a Paula Andrade, mulher do norte e adepta do FCP tal como eu... (não sei se se lembram dela, mas já falei dela e já a mostrei aqui e aqui).
É uma receita muito fácil de fazer e tipicamente portuguesa - foi com esta receita que a Laurinha participou comigo no Intercâmbio Culinário.
Tomem então nota desta delícia:

1l de leite
3 colheres de sopa bem cheias de farinha
8 colheres de sopa de açucar
3 gemas
casca de 1 limão
1 colher de sopa de manteiga derretida
uma pitada de sal
Bater tudo muito bem com a vara de arames, de modo a que fique bem misturado e sem grumos da farinha.
Levar a mistura ao lume, mexendo sempre com a colher de pau, até engrossar.
Colocar em taças ou numa travessa e decorar a superfície com canela em pó, ou então polvilhar com açucar e queimar com o ferro dos doces.
Nós cá em casa, para agradar a toda a gente, decoramos metade da travessa com canela e a outra metade com açucar queimado.
Muito fácil, não é?
Dedico esta receita aos aniversariantes de hoje: a minha querida Belinha Gulosa (com quem tive o prazer de falar logo de manhã) e o Cupido, que completam hoje mais um aniversário... aqui fica uma tacinha de leite creme para vocês.
Nota: Paulinha, espero que tenhas gostado de ver aqui o teu leite creme. Beijos para todos, temos muitas saudades vossas. Estou ansiosa que chegue o mês de Setembro para vos receber.

quarta-feira, 23 de Julho de 2008

CUBINHOS DE PORCO À MINHA MODA

Um pedaço de lombo de porco no frigorífico... Hummmmmmmm....... mas ele não é muito grande, assado no forno se calhar não chega para todos.
O que fazer? Bem... vamos inventar qualquer coisa.
Mãos à obra!!!
Cortei um pedaço de lombo de porco em cubinhos pequenos e de tamanho regular.
Num tacho coloquei uma cebola picada, 2 dentes de alho laminados, 2 tomates maduros em pedaços (ou polpa de tomate se preferirem), um gole de vinho branco, sal, pimenta, noz moscada e a carne, e levei tudo ao lume ao mesmo tempo.
Deixei ir cozinhando, mexendo de vez em quando e tomando atenção para que não secasse muito.
Quando a carne já tinha estufado um pouco juntei cogumelos frescos cortados em quartos e uma cenoura grande em rodelas. Deixei estufar tudo em lume muito brando, até a cenoura estar tenra.
Quando a carne já estava bem cozinhada rectifiquei os temperos, adicionei uma colher de sopa de mostarda e umas gotas de molho inglês, envolvendo bem.
Deixei apurar por mais 5 minutos e servi acompanhado de arroz selvagem.
Que tal? Gostaram da minha invenção? As "cobaias" cá de casa aprovaram...
Nota: se tiverem a sorte de poderem cozinhar com tomate fresco aproveitem, pois confere um sabor muito mais agradável aos cozinhados.
Deixo-vos aqui uma amostra de um tomate com um formato bastante engraçado (baptizado por nós de "3 em 1") que colhemos ontem da nossa horta, e que tinha "apenas" o módico peso de 900gr.

terça-feira, 22 de Julho de 2008

TORTA DE CÔCO

Sempre tenho mantido boas relações de amizade com todas as pessoas que já trabalharam comigo e, entre todas elas, há uma senhora por quem tenho um carinho muito especial, a D. Glória.
Essa senhora há algum tempo atrás tinha comentado com a minha mãe que o filho dela adora torta de côco, que é a sua sobremesa favorita. Por isso mandou o seguinte recado pela minha mãe:
"Pergunte à Zézinha se ela não tem uma receita de torta de côco que seja fácil de fazer, para eu poder fazer em casa para o meu filho..."
Então decidi que, melhor do que lhe levar um papel com a receita, seria levar-lhe a torta para que o filho matasse o desejo.
Aqui fica a receita e as fotos da torta que fiz para oferecer à D. Glória:
125gr de margarina
6 ovos
450gr de açucar
100gr de côco ralado
margarina para untar
açucar para polvilhar

Bater muito bem os ovos com o açucar. Juntar a margarina e o côco e voltar a bater bem.
Untar um tabuleiro com margarina, forrar com papel vegetal e voltar a untar.
Deitar o preparado e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 20 a 25 minutos.
Desenformar sobre um pano polvilhado com açucar, enrolando de seguida.
Deixar arrefecer enrolada no pano, desembrulhar com cuidado e colocar numa travessa.
De preferência servir fresca.
Nota: embora a torta fosse para oferecer não resisti a cortar uma fatia para a foto. Só vos posso dizer que o José Manuel (filho da D. Glória) adorou... é sempre bom agradar os amigos, não é?

sábado, 19 de Julho de 2008

PURÉ DE ABÓBORA NO MICROONDAS

Abóbora é legume que nunca falta na minha casa: no congelador tenho sempre um saco com cubos congelados para usar na sopa, gosto de abóbora fresca para consumir em estufados, mas quando vi este puré no blog da Bete comecei imediatamente a salivar, pois só de imaginar a textura e o sabor... ainda por cima feito no microondas, sem sujar muita louça...
Não resisti e tive mesmo que fazer.
0,5kg de abóbora em cubinhos
1/4 chávena de leite
sal a gosto
salsa picada
* a chávena usada tem a capacidade de 200ml

Colocar a abóbora e o leite num pirex e levar ao microondas, em potência alta, por 12 a 15 minutos, mexendo a meio do tempo.
Retire e aguarde 10 minutos.
Passe a abóbora com a varinha mágica, acrescente sal a gosto e mexa.
Polvilhe com salsa picada e sirva.
Acompanhou muito bem com a carne assada no forno que tinha para o jantar.
Nota: é simplesmente divinal. Quem gostar de abóbora não pode deixar de experimentar, pois é fácil e rápido de fazer e quanto ao sabor........ hummmmmmmm........... nem vos digo nada!!!

sexta-feira, 18 de Julho de 2008

EMPADA DA NANI

Há algum tempo atrás vi umas empadas de frango no blog da Nani e fiquei logo com vontade de experimentar. Mas tenho que vos confessar uma coisa: não tenho a mínina pachorra para fazer empadas e empadinhas, preparar formas, forrar com a massa, rechear, cobrir, etc...
Então resolvi fazer uma empada grande que, como não podia deixar de ser, dei o nome da Nani.
Massa:
250gr de farinha com fermento
2,5dl de leite
2 ovos
1 colher de chá de sal
1dl de óleo
1 colher de sopa de salsa picada

Recheio:
200gr de carne estufada com algum molho
ou
fazer um refogado grossinho para juntar a carne (fiz um refogado com restos de carne grelhada e juntei uma lata de cogumelos laminados)

Bater todos os ingredientes da massa no liquidificador até ficar líquida, uniforme e sem grumos.
Untar formas de empada (eu untei uma forma grande redonda) e deitar um pouco da massa, por cima o recheio e cobrir com o resto da massa.
Levar ao forno pré-aquecido a 180º por 20 minutos.
É uma maravilha e pode servir-se quente ou fria. Que tal fazerem de véspera e levarem para petiscar na praia?
Nota: tenho que pedir desculpa a todos os blogs que costumo visitar pois as minhas visitas agora não têem sido tão assíduas, mas tal deve-se apenas e só a razões profissionais. É que o trabalho agora é mais que muito e não me resta tempo para entrar nas vossas cozinhas.
Pelo facto peço desculpa mas prometo que assim que tiver tempo ponho as minhas visitas em dia.
Beijocas grandes para todos.

quinta-feira, 17 de Julho de 2008

IOGURTE COM CARAMELO

Ao ver esta receita da Alegna lembrei-me que há muito tempo que não tirava a minha iogurteira da despensa.
Não é tarde nem é cedo... toca a tirar a iogurteira do armário e fazer estes iogurtes para a minha filhota, que ela adora caramelo.

1 iogurte natural
1l de leite gordo (usei meio gordo)
50gr de açucar
2 colheres de sopa de água
1,5 colher de sopa de leite em pó (resolvi acrescentar eu)
Fazer o caramelo com a água e o açucar e colocar de imediato um pedaço no fundo de cada copinho.
Colocar o iogurte numa tigela e bater com o batedor de varas.
Juntar o leite aos poucos, juntamente com o leite em pó, batendo sempre de modo a que fique bem misturado.
Deitar nos copinhos e levar à iogurteira durante 10 horas.
Colocar no frigorífico e servir bem frescos.
Nota: se forem muito gulosos podem ainda acrescentar um pouco de açucar à mistura do leite, mas eu não achei necessário pois o caramelo já confere um sabor doce aos iogurtes.