Sugestões para oferecer ou para ler...


quarta-feira, 17 de Junho de 2009

CLAFOUTIS DE CEREJA

Na semana passda comprei um belo "carregamento" de cerejas por um bom preço (esta semana estou a pensar comprar mais... eh eh eh) e andei a pensar o que fazer com tanta cereja, pois dividi com algumas pessoas amigas e mesmo assim ainda tinha bastantes em casa.
Até que me lembrei
desta receita que tinha visto no blog da Elvira e pus mãos à obra.
O mais difícil foi convencer a família que a receita pedia que não se tirasse os caroços às cerejas, pois toda a gente me perguntava "Esqueceste-te de tirar os caroços?"... até que eu tive que ir imprimir a receita para que se calassem e vissem que é mesmo assim... LOL.
Esta foi eleita pela Risonha Júnior como uma das melhores sobremesas que já fiz.
Acham que é preciso dizer mais alguma coisa?!?
180gr de açucar (mais um pouco para polvilhar)
2 colheres de sopa bem cheias de amido de milho Maizena
100gr de miolo de amêndoa moído (sem pele)
4 ovos + 2 gemas
6 colheres de sopa de natas espessas
600gr de cerejas*
açucar em pó para polvilhar
manteiga para untar
* a tradição manda que as cerejas não sejam descaroçadas, pois são os caroços que dão todo o aroma à massa do clafoutis

Pré-aquecer o forno a 180º. Untar uma forma redonda ou uma assadeira com manteiga e polvilhar com um pouco de açucar. Reservar.
Misturar muito bem o açucar com o amido de milho e as amêndoas moídas numa tigela grande. Juntar os ovos e as gemas, previamente batidos. Adicionar as natas e bater com uma vara de arames até a massa ficar ligada e homegénea.
Espalhar as cerejas pela forma. Verter delicadamente a massa sobre as cerejas.
Levar ao meio do forno por 20-25 minutos.
Retirar o clafoutis do forno e polvilhar com um pouco de açucar em pó.
Servir ligeiramente morno ou frio na própria forma.
Daqui a 2 dias, assim que comprar cerejas, estou a pensar repetir a dose...
Lembram-se dos meus cachorrinhos? Pois é.. fizeram ontem 2 meses e já foram todos entregues aos respectivos donos (custou-me muito ter que me desfazer deles, mas teve que ser).
Restou apenas o que ficou para nós, o Pintas... olhem só como ele está crescido e já faz pose para a foto.

17 comentários:

  1. Vem ver no nosso Blogue, a entrevista com a Alexandra do Bazar do Ronrons, e sabe a realidade dos gatos em Lisboa.
    http://esterilizacao-o.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. tenho a certeza que quando fizer todso me vao perguntar o porque de la estarem os carços hehe

    mas esta lindo e aposro que vale o sabor,
    beijinhos

    olha ja experimentas-te as farinhas?

    ResponderEliminar
  3. Ficou com um execelente aspecto.
    Acreditas que nunca fiz clafoutis?
    E eu que há uns tempos tinha tanta cereja cá em casa!

    ResponderEliminar
  4. Muito lindo e delicioso de certeza! jokas

    ResponderEliminar
  5. É uma pena que não encontro "carregamentos" de cerejas por aqui, gosto muito desta frutinha. O Clafoutis ficou divino, eu não sabia do detalhe das sementes. Fecho os olhos e sinto o aroma.
    Bjs!

    ResponderEliminar
  6. Ficou com um aspecto delicioso, mas com caroços?...hehe.
    Bjs ao Pintas está lindo e grande.

    ResponderEliminar
  7. Que maravilha! Uma boa ideia para utilizar cerejas. Bjs

    ResponderEliminar
  8. Adoro clafoutis, pena que as cerejas não tenham tão bom preço aqui :)

    ResponderEliminar
  9. Claufoutis!!!
    nunca ouvi falar em semente nome, mas que esse tal de claufoutis deve ser bom... ai isso deve!!!
    Já estou a imaginar o saber e a textura, mham, mnham.
    Amiga já agora dá para escrever com as letras um cadito maiorzitas, é que aqui a abóbora já não é propriamente "menina" lol
    beijinhos claufoutistos

    ResponderEliminar
  10. Adorei o teu clafoutis! e o Pintas tb ta um fofo!!:*

    ResponderEliminar
  11. Um docinho com óptimo aspecto. Jinhos doces

    ResponderEliminar
  12. Aiiii como ando curiosa com este docinho! Já vi alguns... que com aspecto!

    Mas realmente, com caroços?? hahahah :D

    ResponderEliminar
  13. Tão lindo que ficou, amiga! :-)

    Essa é a melhor receita de clafoutis de cerejas que jamais testei. E de facto, nunca se devem descaroçar as cerejas, pois senão, o clafoutis perde em sabor. ;-)

    Fico super feliz por terem gostado.

    Beijocas.

    ResponderEliminar
  14. PS: o teu cachorro é a coisa mais fofa que já vi! :-)

    ResponderEliminar
  15. Ah, pena aqui cerejas serem em conserva e as frescas importadas do Chile, por sinal caríssimas....eu não ia resistir a uma fatia....
    Beijos

    ResponderEliminar

Comentem e deixem a vossa opinião. Beijinhos da amiga Risonha, daqui de onde a terra acaba e o mar começa....